PUBLICIDADE

Mulher abre cerveja durante audiência virtual e gera revolta em juiz; assista

A ré foi condenada por ameaça, e pode recorrer em liberdade

10 mai 2024 - 14h56
(atualizado às 15h16)
Compartilhar
Exibir comentários
Juiz encerra depoimento após ré abrir cerveja em audiência virtual no Tocantins :

Uma mulher abriu uma garrafa de cerveja durante uma audiência virtual da 2ª Vara de Augustinópolis, no Tocantins, e foi condenada por ameaçar a atual namorada de sua ex-companheira. Ela também teria xingado e dito que comprou uma arma de fogo para matar a vítima. Ela foi sentenciada a cumprir três meses e dois dias de prisão, e pode recorrer em liberdade.

A ré, Rebeca Barbosa Oliveira, foi vista na gravação da audiência pegando uma garrafa de vidro verde, de cerveja, e bebendo em frente à câmera. O caso aconteceu durante o depoimento de uma testemunha. A atitude causou revolta no juiz, que a excluiu da videoconferência.

“Doutores, doutores. É o seguinte, doutores. Eu estou vendo que a ré acabou de abrir uma cerveja. Está gravado aqui. Doutores, eu não vou fazer interrogatório de uma pessoa que está bebendo em um ato – que é um ato sério – de julgamento", afirmou o juiz Alan Ide Ribeiro da Silva.

Mulher abriu cerveja durante audiência online
Mulher abriu cerveja durante audiência online
Foto: Reprodução

Rebeca foi defendida pela Defensoria Pública Estadual (DPE), que afirmou que não comenta decisões da Justiça envolvendo o julgamento das pessoas assistidas.

O crime

Rebeca acreditava que a ex-namorada estava sendo enganada pela outra mulher. Ela foi denunciada por injúria, mas foi inocentada por falta de provas. Meses depois, Rebeca foi denunciada novamente após a vítima afirmar que estava sendo ameaçada de morte.

A vítima disse em depoimento que a mulher com quem se relacionava na época, que também era ex-namorada de Rebeca, recebeu mensagens da ré, que dizia ter comprado uma arma de fogo. Rebeca teria feito diversas ameaças usando uma conta falsa nas redes sociais.

Para a vítima, Rebeca tinha ciúmes do relacionamento. Devido aos ataques, a mulher alegou que estava com medo de andar na rua e que chegou a ver a ré em seu local de trabalho, tendo sido humilhada por ela.

Garrafa de cerveja

Durante a audiência, Rebeca abriu uma garrafa de cerveja enquanto estava na sala virtual. O juiz Alan Ide Ribeiro da Silva, da 2ª Vara de Augustinópolis, excluiu o depoimento da ré. Pela atitude desrespeitosa, ela foi condenada a pagar 10 salários mínimos.

Mulher abriu cerveja durante audiência online
Mulher abriu cerveja durante audiência online
Foto: Reprodução

Na gravação, é possível ver que Rebeca estava dentro de um carro, e depois entra em uma casa. Depois, ela pega a garrafa, abre e começa a beber em frente à câmera.

A pena pelo crime de ameaça é de três meses e dois dias de prisão. O juiz concedeu à ré o direito de recorrer em liberdade.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade