PUBLICIDADE

Ladrão é preso após vendedora perceber arma falsa e reagir a assalto: ‘Muito brilhosa’

Vendedora percebeu que arma estava muito leve e era desproporcional. Ladrão chegou a apanhar da população antes de ser detido pela Polícia

29 nov 2023 - 13h40
(atualizado às 13h45)
Compartilhar
Exibir comentários
Vendedora reagiu a assalto após perceber que arma era falsa
Vendedora reagiu a assalto após perceber que arma era falsa
Foto: Reprodução

A vendedora de uma loja de celulares em São Vicente, no litoral de São Paulo, fez com que um ladrão fosse preso após reagir ao assalto, na terça-feira, 28. No momento em que foi abordada, ela percebeu que a arma era falsa, e ele foi contido por populares até que a Polícia Militar chegasse. Toda a cena foi flagrada pelas câmeras de monitoramento do comércio. 

Em entrevista ao Terra, Amanda dos Santos Silva contou que estava atendendo uma cliente, quando o suspeito chegou de capacete, na loja localizada na Rua Marechal Mascarenhas de Moraes, na Vila Margarida. O suspeito até se passou por cliente, falando que estava com problemas em seu aparelho de telefone. 

“Ele me forneceu o celular dele, falando que estava com problema na entrada do fone de ouvido. Perguntou se dava para consertar e se tinha celular para vender”, explicou. Em seguida, a atendente pegou o aparelho próprio para verificar o preço do conserto, e pouco depois, o criminoso anunciou o assalto. 

Ela conta que demorou para “cair a ficha” de que se tratava de um assalto, justamente porque ele foi agressivo, estava calmo e falando baixo. Nesse momento, o homem pegou o aparelho da cliente que estava na loja, e a mulher começou a gritar, indo em direção à rua. 

“Quando eu me toquei que era realmente um assalto, verifiquei a arma e percebi que não era verdadeira. O tamanho estava desproporcional, a coloração dela tava muito brilhosa, parecia um plástico, muito leve. Consegui identificar que não era uma arma verdadeira”, relembrou. 

Nas imagens, é possível ver Amanda puxando a bolsa que o homem levava, onde estava o celular dela e da cliente, e grita ‘ladrão’, o mandando sair da loja. O homem chega a subir na moto para fugir, mas ela o empurra. Outros homens chegam próximo e vão para cima do suspeito, que é agredido com chutes e pisões. 

A atendente ainda tenta proteger o bandido, avisando que a polícia estava próximo. “Eu comecei a gritar no sentido de imobilizá-lo, mas a população veio e houve agressão. Teve gente falando: ‘vamo matar ele’, e eu entrei em desespero. Falei: ‘gente, pelo amor de Deus, não é para matar ele’”, contou. 

Uma viatura da PM chegou logo depois, e o homem foi levado para o Hospital Municipal de São Vicente, onde foi atendido, e posteriormente encaminhado para o 2º DP, onde o caso foi registrado. Ele foi preso em flagrante, e os celulares roubados foram apreendidos e entregues às vítimas. 

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade