PUBLICIDADE

Filho de desembargador é morto esfaqueado por vizinho em BH

A Polícia Civil de Minas Gerais confirmou que o idoso de 67 anos foi preso em flagrante e encaminhado ao sistema prisional

20 mai 2022 14h59
ver comentários
Publicidade

O professor de história Júlio César Lorens Júnior morreu, na noite desta quinta-feira (19), em Belo Horizonte/MG. A vítima foi a óbito após ser esfaqueado por um vizinho no bairro Santo Antônio, bairro nobre da capital mineira. Júlio César Lorens Júnior era filho do desembargador do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) Júlio César Lorens.

Segundo informações da Polícia Civil de Minas Gerais, Júlio César, de 28 anos, se incomodou com um barulho vindo do apartamento do vizinho na manhã da última quinta-feira (19), um idoso de 67 anos, e foi até lá verificar o que ocorria. Neste momento o jovem usou um spray de pimenta contra o vizinho, que reagiu com facadas na vítima. Um dos golpes acertou o tórax de Júlio César.

Filho de desembargador é morto esfaqueado por vizinho em BH
Filho de desembargador é morto esfaqueado por vizinho em BH
Foto: Reprodução

O professor ainda foi encaminhado ao Hospital de Pronto Socorro João XXIII, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. 

A Polícia Civil de Minas Gerais confirmou que o idoso de 67 anos foi preso em flagrante e encaminhado ao sistema prisional. Com a morte da vítima, confirmada após o flagrante, a investigação do homicídio ficará a cargo do Departamento Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

O TJMG emitiu nota de pesar em relação a morte de Júlio César e prestou condolências a família.

"Em nome do Poder Judiciário, o presidente Gilson Lemes expressa solidariedade e condolências pela irreparável perda a familiares e amigos.", disse o tribunal no comunicado.

 

Fonte: Redação Terra
Publicidade
Publicidade