PUBLICIDADE

Cidades

Detento mata a esposa durante visita íntima em São Paulo

Criminoso improvisou uma corda com sacos plásticos para cometer feminicídio em Mirandópolis

16 mar 2022 - 08h38
(atualizado às 09h08)
Compartilhar
Exibir comentários
Wellys Lopes Ribeiro enforcou a esposa quando estava sozinho com ela na cela
Wellys Lopes Ribeiro enforcou a esposa quando estava sozinho com ela na cela
Foto: Redes sociais

Um detento do presídio Nestor Canoa, em Mirandópolis, no interior de São Paulo, improvisou uma corda com sacos plásticos para enforcar e matar sua esposa durante visita íntima no último domingo, 13, informa o jornal Folha de S. Paulo.

De acordo com a publicação, Wellys Lopes Ribeiro, que cumpre pena por tráfico de drogas, comunicou o crime aos agentes penitenciários. Em depoimento, ele disse que agiu devido a uma suspeita de traição da esposa, Patrícia Santos Damas Lopes Ribeiro.

A vítima, que viajava 600 km para ver o marido na penitenciária, tinha um relacionamento de dez anos com o detento.

Segundo Wellys, o casal acabou brigando durante a visita íntima ao discutirem a suposta traição.

Ainda no depoimento, o preso disse que também torturou a esposa psicologicamente, cortando seu cabelo com tesoura e gilete. Após o crime, ele foi isolado dentro do presídio. Wellys pode ter a pena aumentada de 12 a 30 anos de prisão pelo feminicídio.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade