0

Anac e FAB fiscalizam pistas de pouso e aeronaves na fronteira

Ação faz parte da Operação Ágata 7, que tem como objetivo coibir a prática de crimes e garantir a segurança em áreas de fronteira

21 mai 2013
17h19
atualizado às 17h26
  • separator
  • 0
  • comentários

Uma ação conjunta da Força Aérea Brasileira (FAB) e a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) realiza nesta terça-feira vistorias em pistas de pouso e aeronaves em localidades remotas da fronteira do País, como em Surucucu (RR), Pontes e Lacerda (MT). A ação faz parte da Operação Ágata 7, da FAB, que tem como objetivo coibir atividades ilícitas na região fronteiriça.

Agentes da Anac e militares reforçaram o controle em aeródromos da fronteira
Agentes da Anac e militares reforçaram o controle em aeródromos da fronteira
Foto: FAB / Divulgação

Na segunda-feira, os agentes da Anac, a bordo de aeronaves da FAB, fiscalizaram o aeródromo de Surucucu, a cerca de 270 quilômetros de Boa Vista. De acordo com a Anac, o objetivo é fiscalizar de forma presencial aeródromos localizados em região de difícil acesso, porém com movimento significativo de aeronaves. Com essa ação, será possível, na avaliação da agência, apontar possíveis irregularidades, além de contribuir para a melhoria da segurança operacional dos voos.

"O apoio das Forças Armadas é de suma importância para o deslocamento dos inspetores da Anac e para a efetivação das inspeções, bem como para transmitir à população a mensagem da presença dos órgãos governamentais de forma sinérgica", explica Claudio Ianelli, gerente-geral da ação de fiscalização da Anac. Ao todo, estão previstas 35 ações de fiscalização em aeródromos nas regiões de fronteira.

Veja fotos das aeronaves da operação Ágata 7

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade