0

Parlamentares atuais têm espírito diferente, diz Bolsonaro

Em evento em Aragarças (GO), presidente se reuniu com governadores de Goiás e Mato Grosso e elogiou o presidente da Câmara dos Deputados

5 jun 2019
16h37
atualizado às 16h58
  • separator
  • 0
  • comentários

Em um novo aceno ao Congresso Nacional após recentemente voltar a criticar a classe política, o presidente Jair Bolsonaro, disse nesta quarta-feira, 5, que os deputados e senadores desta legislatura têm um "espírito diferente, voltado realmente para o interesse popular".

"Nós, juntos, temos como mudar o destino do Brasil. Este 'nós' é o povo, em primeiro lugar. Depois, essa classe política que agora tomou a Câmara dos Deputados e o Senado Federal. Com espírito diferente, voltado realmente para o interesse popular", disse. O presidente participou da cerimônia de lançamento do programa "Juntos pelo Araguaia", em Aragarças (GO), nesta quarta-feira, 5.

Na terça, em um gesto de aproximação aos parlamentares, Bolsonaro entregou pessoalmente à Câmara dos Deputados um projeto de lei que muda o Código de Trânsito Brasileiro.

O presidente Jair Bolsonaro com os governadores Mauro Mendes (MT) e Ronaldo Caiado (GO) no lançamento do projeto 'Juntos pelo Araguaia'
O presidente Jair Bolsonaro com os governadores Mauro Mendes (MT) e Ronaldo Caiado (GO) no lançamento do projeto 'Juntos pelo Araguaia'
Foto: Alan Santos/Presidência da República / Estadão Conteúdo

Nesta quarta, Bolsonaro aproveitou a oportunidade para também tecer elogios ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia, em duas ocasiões. Em uma delas, disse que Maia é "nosso aliado em vários projetos" de interesse do governo. Em outra, afirmou que Maia é seu irmão. "Um pouquinho mais forte (risos), mas é meu irmão."

Nos últimos meses, Bolsonaro e Maia trocaram farpas a respeito da reforma da Previdência. Em entrevista ao Estado nesta semana, o presidente da Câmara voltou direcionar críticas ao governo. Segundo ele, sem uma agenda de reformas para o País, "vamos para o colapso". "Para que a gente possa dar solução para o colapso social, precisamos ter uma agenda que venha do Executivo", disse Maia.

Veja também:

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade