PUBLICIDADE

Treinador comete racismo contra árbitro no futebol uruguaio

Ato lamentável aconteceu em partida entre Liverpool e Miramar Misiones

21 mai 2024 - 15h51
(atualizado às 16h04)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Divulgação/Miramar Misiones - Legenda: Ricardo Caruso Lombardi chegou a pedir desculpas em postagem nas redes sociais / Jogada10

A partida entre Liverpool e Miramar Misiones da última segunda-feira (20), pelo Apertura do Campeonato Uruguaio, ficou negativamente marcada. Isso porque o técnico do Miramar, Ricardo Caruso Lombardi, cometeu racismo contra o árbitro da partida, Javier Feres.

A lamentável prática aconteceu quando o jogo estava nos acréscimos do segundo tempo. Antes, ele tinha sido advertido com cartão amarelo após se revoltar com a expulsão de um de seus comandados, o experiente lateral-direito Matías Aguirregaray.

Após reclamações constantes de Caruso que se intensificaram com a virada no marcador do Liverpool, o dono do apito esperava colocar um ponto final na história e expulsou o treinador do Miramar Misiones com o segundo amarelo. Entretanto, foi aí que o técnico argentino de 62 anos de idade proferiu as seguintes palavras:

"Não foi nem falta, ah, eles vão te aplaudir. Seu negro de m…, idiota. Você me expulsou? Eu não vou sair!"

Um dos assistentes de Javier Feres, Gustavo Márquez, precisou convencer Ricardo Caruso Lombardi da sua necessidade de deixar o campo para a finalização do encontro. Porém, com o assistente, o comportamento foi bem diferente:

"Você, sim, é gente, não nos tratam igual."

Retratação

Em seu perfil de rede social, o responsável pela prática de racismo pediu desculpas por ter "explodido" contra o árbitro do confronto onde saiu derrotado por 2 a 1. Nesse sentido, Ricardo reconheceu ter cometido um erro quando estava "com as emoções à flor da pele". A saber, o pronunciamento aconteceu ainda na última segunda.

"Hoje, tive uma explosão no final da partida com o juiz Javier Feres. Peço desculpas publicamente por usar palavras que não correspondem. Além da raiva, sinto-me envergonhado. Mesmo estando com as emoções à flor da pele, não deveria agir daquela maneira", disse Caruso Lombardi.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade