PUBLICIDADE

Sargento denuncia estupro em unidade do Exército no Recife; suspeito também é militar

Exército disse ter instaurado investigação para apurar o caso, que foi denunciado por uma sargento de 28 anos

4 jul 2023 - 13h56
Compartilhar
Exibir comentários
Segundo denúncia, crime aconteceu durante um evento de Escolha das Armas, Quadros e Serviços pelos alunos do curso básico do ano letivo de 2023
Segundo denúncia, crime aconteceu durante um evento de Escolha das Armas, Quadros e Serviços pelos alunos do curso básico do ano letivo de 2023
Foto: Reprodução/Google Street View

Em Pernambuco, o Comando Militar do Nordeste (CMNE), do Exército, instaurou um Inquérito Policial Militar (IPM) para investigar uma denúncia de estupro feita por uma sargento, de 28 anos, lotada no Centro de Preparação de Oficiais da Reserva (CPOR), no bairro de Casa Forte, na zona norte do Recife.

De acordo com informações do CMNE, o suspeito já foi identificado e afastado de suas funções. Sua identidade, assim como a da vítima, não foi revelada, mas sabe-se que se trata também de um sargento.

Apesar de o suposto crime ter ocorrido em 26 de maio, dentro do alojamento feminino da unidade — durante um evento de Escolha das Armas, Quadros e Serviços pelos alunos do curso básico do ano letivo de 2023 — o afastamento do militar suspeito só aconteceu nesta segunda-feira, 3.

Em nota oficial, o CMNE informou que a vítima havia deixado o local da festa “por não se sentir bem”. Ainda segundo o CMNE, durante o evento, havia sido liberado o consumo de bebida alcoólica para quem não estava de plantão.

No comunicado o Exército enfatizou que a instituição “não aceitará qualquer transgressão aos princípios éticos e vamos morais dos seus integrantes”. Após a conclusão do IPM o resultado será encaminhado para o Ministério Público Militar, que pode fazer uma denúncia na Justiça.

Estadão
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade