PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Mulher fica em estado grave após ter corpo incendiado em estação de trem no Rio

O ex de Michele Pinto da Silva é suspeito do crime. Ele teria tirado a própria vida após atear foto na ex-companheira

9 abr 2024 - 09h48
(atualizado às 10h18)
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
Michele Pinto da Silva teve o corpo incendiado na estação de trem Augusto Vasconcelos, no Rio de Janeiro, e o suspeito é seu marido. Ele teria fugido após o crime, e foi achado morto. A técnica de enfermagem foi socorrida e está em estado grave.
Michele Pinto teve o corpo incendiado na estação ferroviária de Augusto Vasconcelos, no Rio de Janeiro
Michele Pinto teve o corpo incendiado na estação ferroviária de Augusto Vasconcelos, no Rio de Janeiro
Foto: Reprodução/Redes sociais

Uma mulher de 39 anos teve o corpo incendiado em uma estação de trem, no Rio de Janeiro, na tarde de segunda-feira, 8. Michele Pinto da Silva foi socorrida e está em estado grave. O autor fugiu logo após a ocorrência, mas teria sido encontrado morto. A suspeita é de que ele tenha cometido suicídio. 

De acordo com o jornal O Dia, o principal suspeito do crime é Edmilson Felix do Nascimento, de 44 anos, ex-marido da técnica de enfermagem. Ele foi encontrado morto na Baía de Guanabara, por volta das 21h de segunda. 

Testemunhas relataram ao site que o homem jogou gasolina sobre Michele, que se encontrava na estação ferroviária de Augusto Vasconcelos, ateou fogo, e fugiu pelos trilhos do trem. 

Em nota ao Terra, a Polícia Militar informou que equipes do Grupamento de Policiamento Ferroviário (GPFER) foram acionadas para comparecer ao local e constataram que ela havia sido levada pelo Corpo de Bombeiros até o hospital Municipal Rocha Faria, em estado grave. À reportagem, a Secretaria Municipal de Saúde confirmou que Michele foi transferida posteriormente para o Hospital Municipal Pedro II, e que seu quadro de saúde é grave.

Segundo a Polícia Civil, o caso foi registrado na 35ª DP (Campo Grande), e a investigação está em andamento para esclarecer a motivação do crime. O autor foi identificado e teria cometido suicídio. 

Atenção! Em caso de pensamentos suicidas, procure ajuda especializada como o CVV (Centro de Valorização da Vida), que funciona 24 horas por dia (inclusive aos feriados) pelo telefone 188, por e-mail, chat ou pessoalmente. Confira um posto de atendimento mais próximo de você (https://www.cvv.org.br/postos-de-atendimento/)

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade