PUBLICIDADE

Mascote Saci, funcionário do Internacional é afastado após denúncia de importunação sexual em Porto Alegre

Repórter relata incidente durante clássico no Beira-Rio; clube colabora com investigação policial

27 fev 2024 - 13h46
(atualizado às 14h05)
Compartilhar
Exibir comentários
Gisele Kümpel descreveu a situação como um momento de importunação e afirmou ter sentido o desconforto mesmo com a fantasia do mascote
Gisele Kümpel descreveu a situação como um momento de importunação e afirmou ter sentido o desconforto mesmo com a fantasia do mascote
Foto: Divulgação / Porto Alegre 24 horas

O Internacional anunciou o afastamento imediato do funcionário responsável pelo mascote Saci após uma denúncia de importunação sexual feita por uma repórter durante o clássico Gre-Nal. O caso ocorreu no Estádio Beira-Rio, durante a décima rodada do Campeonato Gaúcho.

Beijo forçado e apalpar: entenda o que é importunação sexual Beijo forçado e apalpar: entenda o que é importunação sexual

De acordo com comunicado oficial, o clube disponibilizou as imagens do circuito interno de vigilância para a Delegacia da Mulher em Porto Alegre, que está conduzindo a investigação. A repórter Gisele Kümpel, do canal Monumental, registrou um boletim de ocorrência, relatando um comportamento inadequado por parte do funcionário do Internacional desde o início da partida.

O incidente aconteceu ao final do segundo tempo, quando o mascote Saci se aproximou da repórter e a abraçou após um gol da equipe. Gisele descreveu a situação como um momento de importunação e afirmou ter sentido o desconforto mesmo com a fantasia do mascote. Medidas protetivas foram tomadas para garantir a segurança da repórter durante futuros eventos no Beira-Rio.

O Internacional reiterou seu compromisso com a integridade e repudiou qualquer forma de assédio ou discriminação, colaborando plenamente com as autoridades para a resolução do caso.

Porto Alegre 24 horas
Compartilhar
Publicidade
Publicidade