PUBLICIDADE

Justiça dos EUA anula processo de abuso sexual contra Steven Tyler

De acordo com o juiz, Bellino não se qualificava para o período de dois anos necessários para dar prosseguimento à ação

22 fev 2024 - 00h45
(atualizado em 23/2/2024 às 09h35)
Compartilhar
Exibir comentários
O magistrado também destacou que Jeanne Bellino poderia ter apresentado seu caso mais cedo
O magistrado também destacou que Jeanne Bellino poderia ter apresentado seu caso mais cedo
Foto: Instagram/Steven Tyler / Pipoca Moderna

Nesta quarta-feira (21), a Justiça dos Estados Unidos anulou o processo que acusava Steven Tyler, vocalista da banda Aerosmith, de abusar sexualmente de uma adolescente de 17 anos, em 1975. O juiz responsável pelo caso, Lewis Kaplan, alegou que a suposta vítima, identificada como Jeanne Bellino, teria "esperado demais" para processar o cantor.

"Stealthing" e outros atos que podem configurar estupro "Stealthing" e outros atos que podem configurar estupro

Decisão do juiz

De acordo com Kaplan, Bellino não se qualificava para o período de dois anos necessários para dar prosseguimento à ação que, de outra forma, se estenderia além dos prazos de prescrição, já que, na ação, a suposta vítima não teria alegado que a conduta de Tyler se configurava como um "sério risco de lesão física".

O magistrado também destacou que ela poderia ter apresentado seu caso mais cedo, enquadrando-o em duas leis estaduais, a Lei das Vítimas Infantis e a Lei dos Sobreviventes Adultos, mas também deixou passar as janelas para registrar as ações, que expiraram. Segundo o juiz, esses fatos demonstraram "falta de diligência" por parte da mulher.

Repercussão

A defesa do vocalista celebrou a decisão. "Concordamos com o raciocínio do juiz e estamos gratos por este resultado em nome do nosso cliente", disseram em nota à imprensa dos Estados Unidos.

Já a defesa da suposta vítima não se manifestou.

De acordo com a denúncia, Steven, que hoje tem 75 anos, teria abusado sexualmente da mulher, na época uma adolescente, duas vezes no mesmo dia - dentro de uma cabine telefônica e no quarto do hotel onde o famoso estava hospedado há quase 50 anos. O cantor negou veementemente as acusações.

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Compartilhar
Publicidade
Publicidade