PUBLICIDADE

Fisiculturista preso suspeito de espancar a mulher: entenda o que se sabe sobre o caso

Marcela Luise Souza Ferreira morreu na última segunda-feira, 20, dez dias após ser levada para o hospital

22 mai 2024 - 11h42
(atualizado às 11h43)
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
O fisiculturista Igor Porto Brandão foi preso suspeito de espancar sua esposa, Marcela Luise Souza Ferreira, que morreu dias depois. Confira o que se sabe sobre o caso.
Igor Brandão disse para os médicos que a mulher estava limpando a casa quando teria caído e convulsionado
Igor Brandão disse para os médicos que a mulher estava limpando a casa quando teria caído e convulsionado
Foto: Divulgação/PCGO

O fisiculturista Igor Porto Brandão foi preso sob suspeita de espancar a esposa, Marcela Luise Souza Ferreira, e alegar que ela caiu em casa após levá-la ao hospital. Marcela morreu na última segunda-feira, 20, dez dias após ser levada para o hospital. Entenda o que se sabe sobre o caso:

Violência contra mulher: conheça os 5 tipos Violência contra mulher: conheça os 5 tipos

  • Quais os ferimentos da vítima? Segundo investigações da Polícia Civil de Goiás, Marcela Luise teve oito costelas quebradas, traumatismo craniano no lado direito, esquerdo e base do crânio, clavícula fraturada e escoriações pelo corpo, como coxas, boca e olhos.
  • O que alega o fisiculturista? Após levar a mulher para o hospital, Igor Brandão disse para os médicos que ela estava limpando a casa quando teria caído e convulsionado. Ele ainda deu um banho em Marcela antes de levá-la ao hospital.
  • O que fez os médicos denunciarem o caso? Segundo informações da Polícia Civil de Goiás (PCGO) enviadas ao Terra NÓS, o hospital contatou a Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Aparecida de Goiânia (2ª DRP) após os funcionários notarem múltiplas lesões incompatíveis com a versão dada pelo fisiculturista.
  • O que diz o laudo da perícia? As autoridades solicitaram perícias na casa e exame de corpo de delito na vítima. O laudo confirmou que as lesões de Marcela não eram compatíveis com uma queda.
  • Como era a relação deles? Em entrevista à TV Anhanguera, a tia da vítima, Fernanda Paula Miranda, disse que ele humilhava a mulher e tentou afastá-la da família. Segundo Fernanda, a sobrinha foi agredida pelo companheiro quando eles ainda moravam em Brasília, no Distrito Federal. "Após isso, ele resolveu se mudar para Aparecida de Goiânia alegando que ele teria um salário melhor e que ficaria mais fácil eles recomeçarem e seguirem o relacionamento aqui. Mas nós observamos que a intenção dele era afastar ela da família porque ele sabia que a gente iria intervir de alguma forma", disse ela.
  • Ele tem passagens pela polícia? De acordo com a Polícia Civil, Igor já respondeu processos por violência contra a mulher, um envolvendo uma ex-namorada e outro contra a própria vítima, que conseguiu medida protetiva na ocasião. No entanto, a medida foi arquivada quando eles voltaram a se relacionar.
  • Igor ainda está preso? O fisiculturista passou por uma audiência de custódia na última segunda-feira, 20, e continua preso.

O Terra NÓS não conseguiu localizar a defesa de Igor Porto Brandão. O espaço segue aberto.

Em caso de violência contra a mulher, denuncie

Violência contra a mulher é crime, com pena de prisão prevista em lei. Ao presenciar qualquer episódio de agressão contra mulheres, denuncie. Você pode fazer isso por telefone (ligando 190 ou 180). Também pode procurar uma delegacia, normal ou especializada.

Saiba mais sobre como denunciar aqui.

Fonte: Redação Nós
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Seu Terra












Publicidade