PUBLICIDADE

Convidada da Jovem Pan faz comentários gordofóbicos ao falar sobre indicação de Dino

Falas foram feitas pela jornalist Paula Schmitt: "Eu até admiro o fato de ele ter sido colocado por uma cota. Não foi isso? É... Obesidade"

1 dez 2023 - 15h04
(atualizado às 17h02)
Compartilhar
Exibir comentários
Agora indicado por Lula, Dino foi beneficiado por sistema que criticou em dissertação de mestrado
Agora indicado por Lula, Dino foi beneficiado por sistema que criticou em dissertação de mestrado
Foto: WILTON JUNIOR/ESTADÃO / Estadão

Uma convidada do programa Linha de Frente, da Jovem Pan, fez comentários gordofóbicos ao falar sobre a indicação do ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, para o Supremo Tribunal Federal (STF).

As declarações foram feitas por Paula Schmitt na quinta-feira, 30, durante o programa. Na ocasião, ela afirmou que Dino não teria disponibilizado as imagens dos ataques ocorridos em 8 de janeiro às autoridades, alegando que, na função de ministro, ele teria "privado o cidadão do conhecimento daquelas imagens cruciais para um julgamento".

"Eu até admiro o fato de ele ter sido colocado por uma cota. Não foi isso? É... Obesidade. Não sei se é obesidade. Eu ouvi dizer que tem que ter representatividade. Teve uma jornalista da CNN que falou sobre isso. Acho que ela entrou em uma cota também. Então eu sei que ela queria que ele fosse coleguinha de cota. Aí falaram que ele era pardo, né? As ideias assim que saem da cabeça de uns jornalistas é uma coisa fascinante até", afirmou Paula.

A fala de Paula é relacionada a uma declaração da jornalista Basília Rodrigues, feita em um programa da CNN Brasil. A jornalista noticiou que o ministro se autodefine como pardo. Conforme Basília, a nomeação representaria a inclusão de uma pessoa não branca, "ampliando, querendo ou não, a diversidade, pelo menos no ponto de vista de cor e não de gênero, do STF".

O Terra procurou a assessoria do ministro Flávio Dino, a Jovem Pan e a jornalista Paula Schmitt, mas, até o momento, não obteve retorno.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade