PUBLICIDADE

Review: Renault Kardian é uma opção de SUV urbano honesta

Rodamos durante uma semana na cidade e na estrada com o novíssimo Renault Kardian 1.0 TCe, que vai de R$ 112.790 a R$ 132.790

14 mai 2024 - 06h00
(atualizado às 06h14)
Compartilhar
Exibir comentários
Renault Kardian 1.0 TCe Premiere Edition
Renault Kardian 1.0 TCe Premiere Edition
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro

O Renault Kardian já havia deixado uma boa impressão na avaliação que fizemos durante seu lançamento na região de Gramado, antes de o Rio Grande do Sul ser inundado por chuvas implacáveis. Agora, na utilização do dia-a-dia, na Baixada Santista (SP), o Kardian mostrou outros predicados.

O tamanho compacto do Renault Kardian é o primeiro ponto a comentar. Algumas pessoas esperam um carro maior, pois seu design muito bem-feito engana. O carro parece ser maior do que é. Na verdade, com 4.119/1.747/1.544 mm, o Kardian tem o porte semelhante ao do Fiat Pulse, que mede 4.099/1.774/1.579 mm.

Renault Kardian 1.0 TCe Premiere Edition
Renault Kardian 1.0 TCe Premiere Edition
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro

Isso é ruim? Não mesmo. O Kardian é um SUV urbano de entrada. O mais correto seria chamá-lo de CUV (Crossover Urban Vehicle), mas no Brasil todos os modelos com suas características acabaram sendo chamados de SUVs. Seu entre-eixos de 1.747 mm (contra 1.774 mm do Pulse) mostra que se trata de um veículo bem compacto.

Isso posto, fique claro que o Kardian é um carro que oferece um espaço interno moderado – é bom, adequado para a categoria, mas sem exageros. O motorista fica ligeiramente apertado dentro do “cockpit”, graças à opção da Renault de caprichar no console central e nos porta-objetos das portas (melhor do que os do Fiat Pulse, por exemplo).

Renault Kardian 1.0 TCe Premiere Edition
Renault Kardian 1.0 TCe Premiere Edition
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro

Não há sobras no espaço da frente como há atrás, se forem transportadas duas pessoas adultas no banco traseiro. O porta-malas de 358 litros é bom e está dentro do padrão da categoria.

O Kardian agrada principalmente na condução urbana. O carro tem bons ajustes do volante de direção (altura e profundidade) bem como do banco do motorista. Dá para achar a posição ideal. A empunhadura é muito boa, grossa, no volante de couro de diâmetro médio, com multifunção e borboleta para trocas de marcha manuais.

O carro tem muito boa desenvoltura no trânsito urbano, mesmo em pisos ruins. A suspensão está bem acertada e não percebemos reverberação das irregularidades do piso para a cabine. O Kardian é ágil principalmente por causa do turbocompressor, que permite a entrega dos 220 Nm de torque em médias rotações (2.250 rpm).

Renault Kardian 1.0 TCe Premiere Edition
Renault Kardian 1.0 TCe Premiere Edition
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro

O Kardian não é um carro que se arrasta no trânsito como seu irmão Sandero Stepway, que leva 15 segundos para ir de 0 a 100. Faz em 9s9. Quanto mais você utiliza, mais passa a gostar do carro, justamente por ser compacto – portanto, é fácil de estacionar, não ocupa muito espaço no trânsito e ainda é prático no entra-e-sai do veículo (o que não ocorre com SUVs maiores como o Jeep Compass, por exemplo).

A altura mínima do solo é muito boa (209 mm) e raramente você raspa a frente ou a traseira no chão, pois os balanços são curtos e os ângulos de entrada e saída são bons (20 e 36 graus, respectivamente). Balanço é a distância entre o centro da roda e o começo ou fim da carroceria.

Renault Kardian 1.0 TCe Premiere Edition
Renault Kardian 1.0 TCe Premiere Edition
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro

Os pneus 205/55 R17 também estão bem adequados para uso urbano em pisos ruins. Na estrada, a potência de 125 cv com etanol e 120 cv com gasolina permite viagens dignas, mas não muito apressadas. O carro até aceita uma tocada mais rápida e entrega bom comportamento direcional, porém o consumo aumenta bastante.

A vida a bordo não tem luxos, mas é boa. O tecido dos bancos tem boa qualidade. Há partes de couro na parte superior do painel, embora também haja bastante plástico duro no acabamento. Um detalhe que agradou bastante é o formato dos bancos dianteiros, cujas abas laterais “abraçam” o corpo do usuário, evitando que seja jogado para os lados.

Renault Kardian 1.0 TCe Premiere Edition
Renault Kardian 1.0 TCe Premiere Edition
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro

Nossa impressão após a utilização diária é que o Renault Kardian é uma opção de SUV urbano honesta. O carro é construído numa plataforma moderna, tem design atraente e soluções inteligentes e de bom gosto. Um carro prático, que tem grande potencial para cair no gosto do brasileiro.

A Renault errou ao achar que o público engoliria o Captur só por causa de sua beleza, sendo que no fundo ele era um Duster mais bem vestido. Agora, a Renault acerta ao caprichar em todos os detalhes do Kardian, especialmente nas funcionalidades.

Renault Kardian 1.0 TCe Premiere Edition
Renault Kardian 1.0 TCe Premiere Edition
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro

Com gasolina, o Kardian 1.0 TCe faz 13,1 km/l na cidade (número muito bom) e 13,9 na estrada. Com etanol, faz 9 km/l na cidade e 9,7 na estrada. O baixo consumo urbano é mais uma prova do verdadeiro caráter deste interessante carro da Renault.

Guia do Carro
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade