PUBLICIDADE

Novo Fiat Uno foi revelado e pode ser a maior ousadia da Stellantis

Saiba tudo sobre o novo carro global da Fiat, que se chamará Grande Panda na Europa e Uno no Brasil

16 jun 2024 - 18h00
(atualizado em 17/6/2024 às 10h39)
Compartilhar
Exibir comentários
Fiat Grande Panda, inspiração para o Novo Fiat Uno
Fiat Grande Panda, inspiração para o Novo Fiat Uno
Foto: Stellantis / Guia do Carro

Aos poucos a estratégia da Fiat para a transição e energética rumo aos carros elétricos está ficando mais clara. Na semana passada a Stellantis apresentou o inédito Grande Panda como novo carro global da Fiat. O Brasil – por ser o maior mercado da marca – também terá este carro, mas com o nome Uno.

Vamos, portanto, chamar o Grande Panda de Novo Uno quando se refere ao Brasil, para facilitar. Mas já lembrando que eventualmente ele pode ser chamado de Grande Uno no mercado brasileiro, para ficar totalmente alinhado à estratégia global e para se diferenciar do icônico modelo dos anos 80.

O Novo Uno tem as linhas quadradas, porém com elementos muito característicos da modernidade elétrica do Século 21. De alguma forma, já vimos isso na releitura do Renault 5, que também foi buscar inspiração nas formas quadradas do passado. Vale lembrar que o Fiat Uno se chamava (e ainda se chama) Fiat Panda na Itália.

Fiat Grande Panda, inspiração para o Novo Fiat Uno
Fiat Grande Panda, inspiração para o Novo Fiat Uno
Foto: Stellantis / Guia do Carro

O Novo Uno/Grande Panda, primeiro modelo da nova família, será apresentado oficialmente em julho e será seguido pelo lançamento de um novo veículo todos os anos até 2027. A nova série de modelos foi pensada para ampliar a presença da Fiat no mundo e completar a gama da marca.

Ele chegará primeiro à Europa, Oriente Médio e África e estará disponível nas versões elétrica e híbrida. No Brasil, sua estreia deve ocorrer a partir de 2027. Ele pode ser o primeiro carro elétrico da Fiat no país, mas não será o primeiro híbrido (primazia que deve ficar com Pulse, Fastback ou Toro).

Se antes o Fiat Uno era um hatch pequeno, da categoria A, agora o Novo Uno será um B-Hatch, maior, porém com apenas 3,99 metros, o que o tornará mais compacto do que a média da categoria, que é de 4,06 metros, fabricado na nova plataforma global STLA Small. Sua produção europeia será na Sérvia.

Fiat Grande Panda, inspiração para o Novo Fiat Uno
Fiat Grande Panda, inspiração para o Novo Fiat Uno
Foto: Stellantis / Guia do Carro

É muito provável que o Argo saia de linha com a chegada do Novo Uno, pois ele terá praticamente as mesmas dimensões do Fiat Argo atual. Não faz sentido ter dois carros competindo com as mesmas medidas na mesma categoria. O relançamento do Uno seria a maior ousadia da Stellantis para o Brasil, especialmente se tiver versão elétrica. Já o Fiat Mobi, que tem apenas 3,59 metros, terá outro destino. 

DA ITÁLIA PARA O MUNDO 

Projetado no Centro de Estilo de Turim, na Itália o Fiat Grande Panda transporta até cinco pessoas e foca a vida familiar e a mobilidade urbana de hoje. Veja abaixo a descrição feita pela Fiat.

O desenho dinâmico e incisivo da carroceria é gerado por linhas de perfil muito tensas. O carro foi concebido para permitir à marca projetar-se no futuro através de um uso inovador e inteligente do espaço, de uma personalidade cool e de elementos que surpreendem.

O visual frontal apresenta um volume compacto com uma nova personalidade distinta. As linhas ortogonais precisas envolvem um arranjo de malha quadrada progressiva que cria um padrão gráfico forte, gerando uma espécie de pontilhamento de pixels que se estende do centro da grade superior preta brilhante até os faróis.

A presença de uma proteção inferior na parte central inferior do para-choque enfatiza a atitude SUV [já presente no Citroën C3], enquanto os faróis, compostos por cubos opalinos, se inspiram nas janelas das fachadas da fábrica Lingotto.

Além da assinatura luminosa original, as luzes diurnas transformam-se em indicadores de direção e iluminam alguns dos cubos que aparecem como pixels horizontais dispostos em um padrão xadrez.

De lado, a configuração do Fiat Grande Panda lembra a robustez do Uno e Panda dos anos 80, com um fascínio inegável graças ao dinamismo do habitáculo e dos vidros. A atitude em forma de cunha da carroçaria e do habitáculo é acentuada pelas barras de tejadilho que movem o ponto de visão mais alto para a traseira.

Em homenagem ao clássico Panda 4x4, o Fiat Grande Panda apresenta letras em baixo-relevo impressas em 3D nas portas que refletem o ambiente envolvente e animam a parte inferior da lateral. Além disso, o robusto pilar “C” reproduz fielmente a inclinação inconfundível da relação angular em relação ao volume vertical da parte traseira.

Um emblema quadrado preto se conecta ao grafismo do vidro, ajudando a gerar um efeito lenticular e ao mesmo tempo sugestivo, transformando as quatro letras FIAT em quatro barras.

As robustas cavas das rodas conferem à traseira do carro um carácter arrojado, também expresso pela inclinação dos vidros, a disposição geral do vidro traseiro, faróis e skid conferem um aspecto protector e estável e um bom aspecto no solo.

Outra homenagem ao Panda original é prestada através de uma moldura preta brilhante com as letras tridimensionais do Panda, elemento que aumenta simultaneamente o volume do carro. Finalmente, para preservar o tema das geometrias dos anos 80 combinadas com um estilo futurista, as rodasde liga leve de 17 polegadas com corte diamantado são amplificadas por um atraente e estilizado design X.

BMW i5: um carro elétrico simplesmente mais que perfeito:
Guia do Carro
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade