PUBLICIDADE

Final Fantasy XVI: Tudo sobre o maior RPG do PS5

Game da Square-Enix chega em 22 de junho ao console da Sony

25 abr 2023 - 12h12
Compartilhar
Exibir comentários
Final Fantasy XVI acompanhará a saga de Clive ao longo de trinta anos
Final Fantasy XVI acompanhará a saga de Clive ao longo de trinta anos
Foto: Square Enix / Divulgação

É inegável que o PS5 conta com grandes jogos, como God of War Ragnarok e Horizon Forbidden West, mas poucos exclusivos feitos para o console de nova geração da Sony. Assim, Final Fantasy XVI, da Square-Enix, se destaca como candidato ao posto de maior RPG exclusivo do PlayStation 5.

Quer conhecer outros jogadores, saber das últimas novidades dos games e ter acesso a brindes e campeonatos? Participe do nosso Discord!

Com lançamento previsto para 22 de junho apenas para PS5, o game teve muitos detalhes revelados desde o começo do ano, inclusive com uma transmissão PlayStation Showcase dedicada ao game em abril. Confira a seguir tudo o que sabemos sobre Final Fantasy XVI!

Qual é a trama de Final Fantasy XVI

A história de Final Fantasy XVI promete ser uma aventura épica: o jogador vai acompanhar um personagem chamado Clive ao longo de vários estágios de sua vida, desde a adolescência até os trinta anos de idade, em uma saga através dos reinos de Valisthea.

Com Hiroshi Takai na direção e Naoki Yoshida, diretor de Final Fantasy XIV, como produtor, o game terá muitas influências do popular RPG online, ao menos em sua narrativa, o que é algo bom: Final Fantasy XIV é o jogo mais aclamado da franquia desde os excelentes Final Fantasy do PS2.

A trama terá dublagem em inglês, além do áudio original japonês. Além da história principal, será possível eplorar o mundo com Clive e seu grupo. Nos vídeos exibidos pela Square Enix, percebe-se que Valisthea é um reino de fantasia medieval, com um estilo mais próximo dos primeiros games da série e distante do steampunk de Final Fantas XII ou do quase futurismo de Final Fantasy XV.

O mundo do jogo é composto por seis grandes reinos: The Grand Duchy of Rosaria, The Holy Empire of Sanbreque, The Kingdom of Waloed, The Dhalmekian Republic, The Iron Kingdom e The Crystalline Dominion.

RPG ou jogo de ação?

A maior diferença entre Final Fantasy XVI e outros jogos da série está no combate. O sistema de combate de Final Fantasy XVI é em tempo real, sem nenhum tipo de mecânica de turnos. A Square Enix descreve o jogo como "o primeiro RPG de ação legítimo da série", com combos de golpes e muita pancadaria nas lutas contra chefes.

Ainda assim, o game conta com muitos elementos típicos de jogos de RPG e especificamente dos games de Final Fantasy. O jogador pode equipar diferentes equipamentos e itens em seus personagens, há um sistema de evolução com habilidades e atributos, missões secundárias, um Mapa do Mundo para viajar entre diferentes áreas e também é possível equipar e invocar diferentes Eikons, como são chamadas as Summons no novo game.

Os jogadores também poderão selecionar diferentes níveis de dificuldade. Caso prefiram se concentrar mais na narrativa de Final Fantasy XVI ao invés da ação, por exemplo, será possível optar por um gameplay focado na história.

Qual é a duração de Final Fantasy XVI

O mundo de Final Fantasy XVI não é pequeno, mas a campanha levará cerca de 35 horas
O mundo de Final Fantasy XVI não é pequeno, mas a campanha levará cerca de 35 horas
Foto: Square Enix / Divulgação

Em entrevista com a revista japonesa Famitsu, o diretor Hiroshi Takai e o produtor Naoki Yoshida falaram sobre como a história foi pensada para os jogadores atuais, que têm vidas ocupadas. Porém, não faltarão atividades para quem quer aproveitar o jogo por muito tempo.

Segundo o diretor, a duração da campanha principal de Final Fantasy XVI será de cerca de 35 horas. Para fazer tudo o que o jogo oferece, será preciso bem mais tempo: a estimativa dos produtores é que o jogador leve cerca de 80 horas para fazer 100% do game.

Para atingir o tempo máximo de 80 horas, os jogadores precisarão completar missões secundárias, maximizar habilidades, adquirir todos os acessórios e completar todas as caçadas a monstros. Além do modo história e missões secundárias, haverá também o modo New Game+, chamado de Final Fantasy Mode, que permitirá aos jogadores transferir estatísticas do arquivo de jogo anterior para uma nova campanha.

Companheiros de Clive

Entre outros companheiros de aventuras, Clive conta com um lobo
Entre outros companheiros de aventuras, Clive conta com um lobo
Foto: Final Fantasy XVI/YouTube / Reprodução

Como em outros Final Fantasy, Clive não vai lutar sozinho. O herói vai encontrar vários companheiros ao longo de sua jornada. Cada personagem terá diferentes tipos de habilidades e também desenvolverá relacionamentos diferentes com o protagonista.

Entre os companheiros já revelados, o destaque é um lobo. Clive pode interagir com seu companheiro lupino de várias formas, alimentá-lo e também dar comandos para o lobo durante as batalhas.

O jogador terá acesso a um esconderijo, uma base de operações, para Clive e seu grupo, desbloqueada após um certo ponto na aventura. É nesse hub que o personagem pode gerenciar suas missões secundárias e praticar as habilidades em uma sala de treino. Clive pode conversar com NPCs para saber mais sobre as missões e outras curiosidades do mundo de jogo.

Caçadas opcionais

Os Thousand Tomes registram todas as criaturas, lugares, tesouros e personalidades de Final Fantasy XVI
Os Thousand Tomes registram todas as criaturas, lugares, tesouros e personalidades de Final Fantasy XVI
Foto: Square Enix/YouTube / Reprodução

Outra atividade adorada pelos jogadores de Final Fantasy está presente no novo game: as caçadas aos monstros mais raros (e perigosos), em busca de recompensas e itens preciosos. Essas caçadas serão registradas em um códice chamado de Thousand Tomes, um detalhado guia com informações sobre as criaturas, itens e personagens do jogo.

Jogando com as Summons

As 'summons' estão entre os elementos mais tradicionais de qualquer Final Fantasy
As 'summons' estão entre os elementos mais tradicionais de qualquer Final Fantasy
Foto: Square Enix / Divulgação

Um dos elementos favoritos dos fãs de Final Fantasy são as Summons, ou Invocações em português. Em Final Fantasy XVI, esses seres mágicos poderosos e gigantescos são chamados de Eikons. Há uma grande novidade envolvendo os summons de Final Fantasy XVI: será possível jogar com a criatura invocada, lutando contra os enormes chefões do game de igual para igual.

Até o momento foram revelados nove Eikons, incluindo algumas invocações clássicas de Final Fantasy. São eles: Phoenix, Ifrit, Titan, Shiva, Garuda, Ramuh, Odin, Bahamut e um misterioso Golen, ainda não identificado.

Final Fantasy XVI estará na PS Plus?

Não há nenhuma previsão de que Final Fantasy XVI seja disponibilizado na PlayStation Plus no lançamento, em nenhum dos pacotes de assinatura do serviço: PS Plus Essential ou PS Plus Extra.

Data de lançamento e plataformas

Final Fantasy XVI está previsto para chegar em 22 de junho ao PlayStation 5. O console da Sony é a única plataforma confirmada para receber o RPG da Square Enix nesta data. Um vídeo do jogo divulgado no final de 2022 sugeria que essa exclusividade seja temporária, como já aconteceu com outros games da produtora, e que Final Fantasy XVI poderá chegar ao PC em um momento posterior - porém, a produtora japonesa não confirmou a informação.

Fonte: Game On
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade