Ronaldo defende jogadores da Seleção após 'carne de ouro' no Catar: "Pode ser inspirador"

5 dez 2022 - 15h12
Compartilhar

A ida de jogadores da Seleção Brasileira a um restaurante que serve carne folheada a ouro por cerca de R$ 9 mil no Catar dividiu opiniões nas redes sociais e se tornou um espaço aberto para uma discussão sobre ostentação, fome e desigualdade social. Ao Podcast 'Podpah', o ex-jogador Ronaldo, que estava presente na visita ao restaurante, defendeu os jogadores e chamou as críticas de "covardes". "Não tem nada de errado. E se você for com um pouquinho mais de bom senso, pode ser inspirador para outras pessoas, pra quem for correr atrás, para trabalhar, para correr atrás do sucesso e da vitória", afirmou.

Fonte: Redação Terra
Publicidade
Seu Terra












Publicidade