Automobilismo

GP de Mônaco da F1 foi mais conturbado do que se imaginava

27 mai 2024 - 18h55
Compartilhar

O GP de Mônaco no fim de semana foi mais conturbado do que se imaginava. Já no Qualy tivemos Leclerc na Pole e as Redbulls lá atrás, com Verstappen em P6 e Perez nem passando do Q1. Outro acontecimento raro foi a desqualificação dos tempos dos dois carros da Hass, que não passaram na inspeção técnica pós-Qualy, pois suas asas abriam mais do que o permitido, e com isso os dois largaram nas últimas posições.

Na corrida Perez foi novamente o centro das atenções na volta 1, já que se envolveu em uma batida com Magnussen, e Hulkenberg, que não tinha nada a ver com isso, foi também abalroado por Perez, ficando os 3 fora da corrida, acionando a bandeira vermelha.

Nesta mesma volta vimos Sainz, que estava em P3, tocar em Piastri e ter seu dianteiro esquerdo furado; e Ocon, tentando passar de forma inconsequente seu companheiro de equipe Gasly, na curva que antecede o túnel, gerando o toque de rodas entre as duas Alpines, com Ocon decolando e destruindo a parte traseira de seu carro.

Após a parada devido a paralisação da prova para limpeza dos detritos e troca de guard rail, tivemos uma relargada padrão, sem ultrapassagens ou mais batidas.

Daí em diante Mônaco voltou a ser Mônaco, com os pilotos nitidamente poupando equipamento e os pneus, deixando a corrida monótona e com poucas emoções, a não ser pela torcida pela vitória de Leclerc, que quebrou a maldição de nunca ter vencido em Mônaco e papou a vitória, com Oscar Piastri em segundo e Carlos Sainz completando o pódio.

Assista ao vídeo com comentário de Charley Gima.

Homework Homework
Publicidade
Publicidade