PUBLICIDADE
Logo do

Vasco

Favoritar Time

Um velho conhecido: Vasco reedita finais de 1992 e 2019 e encara o São Paulo nas oitavas da Copinha

Meninos da Colina têm o melhor ataque, o artilheiro da competição e chega com moral. Na terceira fase, a equipe eliminou o Audax-SP nos pênaltis, com destaque para o goleiro Cadu

17 jan 2022 10h04
ver comentários
Publicidade

No comando do técnico Igor Guerra, o Vasco tem feito uma grande campanha na Copinha. Com o melhor ataque da competição - 24 gols - e o artilheiro Figueiredo - balançou a rede em 7 oportunidades - o time entra em campo nesta segunda-feira. O adversário das oitavas é um velho conhecido, o São Paulo, com quem já disputou duas decisões na história do torneio. O duelo está marcado para o Anacleto Campanela, em São Caetano, às 20h.

Vasco derrotou o Audax-SP nos pênaltis e está nas oitavas da Copinha (Alexandre Neto/@foto.alexandreneto)
Vasco derrotou o Audax-SP nos pênaltis e está nas oitavas da Copinha (Alexandre Neto/@foto.alexandreneto)
Foto: Lance!

O primeiro encontro dos dois gigantes foi em 1992. Na época, o Cruz-Maltino almejava o título inédito e tinha em seu elenco Pimentel, Leandro Ávila e Valdir Bigode. Nomes que mais tarde figuraram no tricampeonato carioca (92-93-94). O São Paulo também buscava o primeiro título, algo que só aconteceria no ano seguinte, e tinha em seu elenco Alexandre, Doriva, Pavão e Sérgio Baresi.

Depois do empate por 1 a 1 no tempo regulamentar, e a igualdade na prorrogação, o público que compareceu ao Pacaembu viu os cariocas triunfarem e erguerem a taça. Nos pênaltis, Mona desperdiçou e Fábio sacramentou o título ao bater no canto da meta do goleiro Alexandre.

Vinte e sete anos depois, os clubes se reencontraram em mais uma decisão de Copinha, em 2019. Alguns jogadores daquela final ainda estão no elenco cruz-maltino: Riquelme, Laranjeira e Ulisses. Outros deixaram o clube após a pífia temporada 2021: Caio Lopes, Lucas Santos e Cayo Tenório (emprestado).

O Tricolor Paulista abriu 2 a 0 com Gabriel Novaes e Antony, mas o Gigante da Colina empatou com Lucas Santos e Tiago Reis. Nos pênaltis, apenas Lucas Santos converteu para o Vasco, e o São Paulo conquistou o título pela quarta vez.

Ao longo da história da competição, o São Paulo já chegou a onze decisões, sendo campeão em 1993, 2000, 2010 e 2019. O Vasco, por sua vez, conquistou o título em 1992, mas foi derrotado pelo Corinthians na decisão de 1999.

Depois de um hiato de um ano por causa da Covid-19, a tradicional Copinha voltou para a alegria dos torcedores. Os Meninos da Colina enfileiraram goleadas no início, mas na terceira fase só conseguiram avançar nos pênaltis diante do Audax-SP. Cadu brilhou ao defender duas cobranças e aumentou a confiança dos meninos.

Do lado do São Paulo, o técnico Alex tem feito um trabalho de destaque e a equipe sofreu apenas um gol na competição. Com 100% de aproveitamento, o Tricolor Paulista balançou a rede 15 vezes. Caio e Vitinho são os artilheiros do time com quatro e três gols respectivamente.

Lance!
Publicidade
Publicidade