PUBLICIDADE
Logo do Vasco

Vasco

Favoritar Time

Sem pontaria: Vasco lidera estatísticas no Brasileirão, mas não consegue converter chances

Cruz-Maltino esboça problemas com eficiência no ataque

24 abr 2024 - 08h02
(atualizado às 10h20)
Compartilhar
Exibir comentários

O Vasco conheceu sua segunda derrota pelo Campeonato Brasileiro no clássico contra o Fluminense, no último sábado (20). O resultado amargo deixou claro algumas deficiências do elenco, e questões para serem aprimoradas. Uma delas é a pontaria.

Foto: Lance!

No confronto contra o Tricolor, o Cruz-Maltino finalizou quase o dobro de vezes do que o rival. Foram 21 contra 11 do adversário. Assim como contra o Bragantino, o alerta é ligado para as chances de gol desperdiçadas.

Durante todo o campeonato, o Vasco é o time, junto ao Fluminense, que mais finalizou no gol nas últimas três rodadas: 44 vezes. A grande diferença entre eles, é que o clube das Laranjeiras tem 50% de índice de acerto, enquanto o Gigante da Colina apenas 27%. Ou seja, das 44 finalizações, apenas 12 foram no alvo. Pablo Vegetti é o jogador do Brasileirão que mais finalizou: 15 tentativas e 5 na direção do gol.

E não é só nas finalizações que o Vasco lidera os números. O Cruz-Maltino também é o maior em desarmes certos, foram 48 no total, e 41 acertos. Paulo Henrique e Pablo Galdames são os destaques do time: seis desarmes para cada.

Além disso, o clube da Colina é, por muito, o time que mais utiliza de cruzamentos em suas jogadas. Foram 58 no total, e 31 cruzamentos certos. O diz muito sobre a dependência de jogadas pelo alto. O segundo colocado é o Botafogo, com 38 no total. Ainda assim, o nível de acerto é baixo: 34%. Quando se fala em cruzamentos, Lucas Piton é o nome principal. Foram 19 tentativas e 10 acertos.

O impedimento também é um problema. Por vezes, a bola até entra no gol, mas a euforia vira frustração com o traçar das linhas pelo VAR. Atrás apenas do Palmeiras, o clube carioca sofreu com oito marcações de impedimento em três jogos.

O Vasco enfrenta o Criciúma pela 4ª rodada do Brasileirão, às 16h, em São Januário. A volta para casa pode simbolizar a virada de chave do time, que pode contar com duas voltas importantes: Medel e Payet. O francês voltou aos treinos esta semana, mas ainda não está 100%. Já Gary Medel foi liberado para cuidar da mãe, no Chile, e deve estar de volta ao Rio nesta quarta-feira, mas ainda é dúvida para sábado.

Lance!
Compartilhar
Publicidade
Publicidade