PUBLICIDADE
Logo do

Vasco

Meu time

Gramado ruim é o novo argumento, mas o velho fato é o Vasco estagnado

Diferentes justificativas aparecem, rodada após rodada, só que nenhuma delas resulta em subida na tabela. Lisca assume a equipe nesta sexta-feira

22 jul 2021 12h02
| atualizado às 12h02
ver comentários
Publicidade

"Ah, mas teve o gramado". Realmente. Para o bem das retinas, a prática do futebol no alto rendimento deveria ser proibida em campos como estava o do Rei Pelé, na noite da última quarta-feira. Acontece que não é. Teve jogo. E o Vasco empatou de novo. A cada partida, renova-se a justificativa e mantém-se a estagnação do Vasco entre o meio da tabela e o G4.

Marquinhos Gabriel começou bem o jogo contra o CSA, depois caiu de rendimento (Alisson Frazao/Vasco)
Marquinhos Gabriel começou bem o jogo contra o CSA, depois caiu de rendimento (Alisson Frazao/Vasco)
Foto: Lance!

Antes o problema era o técnico Marcelo Cabo. Mas se agora ele não está, não seria lógico o time evoluir? Não só não é assim como o técnico interino, Alexandre Gomes, manteve os jogadores que pôde e a estrutura tática adotada pelo antigo treinador.

Mas antes era o sistema de jogo. Pois ele fora mudado. Lembre-se que o time começou a Série B no 4-2-3-1 e migrou para o 4-4-2.

E toma-lhe troca de jogadores. Diferentes atletas tiveram oportunidades. Entra, sai, no ataque, no meio, na lateral, na zaga.

Ah, mas tem os desfalques. Pois é. Eles sempre vão acontecer. Se a frequência de justificativas, por mais razoáveis que sejam, continuar a ser mais constante que as vitórias... nem Lisca, Doido ou São, vai dar jeito de o Vasco obter o acesso.

Lance!
Publicidade
Publicidade