PUBLICIDADE

Jogadores

Federer é eleito o melhor da década; Guga também é lembrado

14 dez 2009 - 19h05
(atualizado às 20h35)
Compartilhar

O suíço Roger Federer foi eleito nesta segunda-feira o melhor tenista da década, segundo a Associação dos Tenistas Profissionais (ATP). Dono de 15 títulos de Grand Slams, recorde da história do esporte, o tenista da Basileia ficou à frente do espanhol Rafael Nadal, segundo colocado, e do australiano Lleyton Hewitt, terceiro posicionado. Os norte-americanos Andre Agassi e Andy Roddick completam a lista dos cinco melhores. O brasileiro Gustavo Kuerten foi lembrado com uma menção honrosa.

» Federer perde eleição para esquiador na Suíça

» Tribunal anula suspensão de um ano a tenistas belgas por doping

» Melo e Soares sonham com final de Slam e vaga na Masters

» Agora no saibro, Henin ganha terceiro amistoso

Federer começou sua trajetória de sucesso no tênis mundial em 2001, quando venceu a primeira competição profissional de sua carreira, o Torneio de Milão. Em 2003, com apenas 21 anos idade, o suíço conquistou em Wimbledon seu primeiro Grand Slam. De lá para cá, foram outros 14 títulos no grupo dos maiores torneios do mundo: Aberto dos EUA em 2004, 2005, 2006, 2007 e 2008; Wimbledon em 2004, 2005, 2006, 2007 e 2009; Aberto da Austrália em 2004, 2006 e 2007; e Roland Garros em 2009.

Desde que assumiu a liderança do ranking da ATP pela primeira vez, em fevereiro de 2004, Federer passou 237 semanas consecutivas na ponta da lista. Foi superado em agosto do ano passado por Nadal, mas recuperou a posição de melhor do mundo menos de um ano depois.

Nadal, único tenista a ficar à frente de Federer no ranking desde 2004, ficou com a segunda colocação na eleição da ATP. Apelidado de "Rei do Saibro", o tenista de Mallorca tem desempenho invejável no piso de terra batida: dos 36 títulos conquistados na carreira, 25 foram no saibro. Em Roland Garros, permaneceu 31 partidas invicto, levantando o título em 2005, 2006, 2007 e 2008.

Já o brasileiro Gustavo Kuerten, campeão de Roland Garros em 1997, 2000 e 2001, foi lembrado pela entidade máxima do tênis mundial com uma menção honrosa, ao lado de outros importantes nomes do esporte: o norte-americano Pete Sampras, os russos Nikolay Davydenko e Marat Safin, o argentino David Nalbandián e o espanhol Juan Carlos Ferrero.

Inabalável na liderança do ranking da ATP, Federer foi eleito o melhor da década pela entidade
Inabalável na liderança do ranking da ATP, Federer foi eleito o melhor da década pela entidade
Foto: AP
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra