0

Guga torce para que Grand Slams sejam realizados mesmo sem público

9 jun 2020
19h35
atualizado às 19h35
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Por conta da pandemia do coronavírus, a temporada 2020 de tênis acabou sendo bastante afetada. Entre as principais alterações, o tradicional Grand Slam de Wimbledon foi cancelado, enquanto o US Open foi adiado para agosto e Roland Garros para setembro. Contudo, ainda não há uma certeza se ambos os torneios serão realizados ou contarão com a presença de público.

Diante da situação, o ex-tenista Gustavo Kuerten declarou torcer para que as competições sejam realizadas, inclusive com a participação de Federer, Nadal e Djokovic, os principais da atualidade.

Guga defende que torneio realizados sem público trarão uma mensagem de esperança aos fãs de tênis

"Se conseguirem tomar os cuidados necessários, trazerem um cenário adequado para a competição, imaginando com os principais, presença de Federer, Nadal e Djokovic. Quando vi, estava imaginando eu na torcida na quadra ou pela televisão. Fico nessa linha de sensação e de esperança. Tomara que aconteça", afirmou o brasileiro.

Guga também reconheceu que, sem a torcida, não ganharia nenhum de seus Grand Slams, mas acredita que a disputa de um torneio sem público seria uma forma de transmitir esperanças às pessoas, além de resgatar a motivação no cotidiano daquelas que acompanham esportes.

"Tenho a clareza e a experiência de que, pensando nos meus três títulos, se eu tivesse que jogar sem torcida, eu não ganharia nenhum deles. Mas mesmo dessa forma hoje, eu imagino que com uma torcida controlada, ou mesmo nenhuma pessoa presente nas arquibancadas, seria um símbolo de esperança de transmitir essa inspiração e motivação para as pessoas. Com todos os cuidados e conseguindo atender a esse protocolo, acho que seria muito legal esse Grand Slam", declarou.

"É transformador poder novamente olhar e presenciar, independente da proximidade. O esporte de um modo geral motiva o dia a dia das pessoas e está muito presente no ímpeto e na celebração de que o ser humano é capaz de fazer coisas brilhantes. Então por esse lado, vejo que minha conclusão é de um torcedor para que consigam realizar os torneios, e os melhores jogadores participem dos jogos já em setembro ou o mais cedo possível", completou Guga.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade