0

Federer avança às quartas em Wimbledon e fica perto de quebrar próprio recorde

Com direito a pneu, tenista suíço derrota Adrian Mannarino em três sets

9 jul 2018
12h15
  • separator
  • comentários

O suíço Roger Federer garantiu classificação às quartas de final de Wimbledon ao vencer o francês Adrian Mannarino por 3 sets a 0, com parciais de 6/0, 7/5 e 6/4, nesta segunda-feira, em Londres, onde deu novo passo em busca de seu nono título do torneio e também se aproximou de quebrar mais um dos seus inúmeros recordes.

Atual campeão do tradicional Grand Slam realizado em quadras de grama, o vice-líder do ranking mundial passou a acumular 32 sets vencidos de forma consecutiva na competição. Assim, ele ficou a apenas dois de igualar a sua própria marca de 34 sets seguidos sem ser batido no All England Club, onde ele atingiu esta sequência entre 2005 e 2006.

O tenista da Basileia havia feito história na última sexta-feira ao se tornar o jogador com mais triunfos em partidas em piso de grama em todos os tempos. Ao bater o alemão Jan-Lennard Struff na terceira rodada do grande evento na capital inglesa, ele alcançou o recorde de 175 triunfos nesta superfície, superando o norte-americano Jimmy Connors, com 174.

Federer agora ostenta 176 vitórias em 201 partidas neste tipo de piso, sendo que já era o dono também da melhor marca em quadras rápidas, com 725 resultados positivos, contra 621 do norte-americano Andre Agassi, o segundo colocado desta estatística.

Campeão em Wimbledon em 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2009, 2012 e 2017, Federer terá a chance de quebrar o próprio recorde de sets vencidos de forma consecutiva no torneio na partida que fará contra o ganhador do duelo entre o sul-africano Kevin Anderson e o francês Gael Monfils, também previsto para ser encerrado nesta segunda em Londres.

Para assegurar classificação às quartas de final, Federer começou o confronto com Adrian Mannarino, 26º colocado da ATP, de forma arrasadora. Ele liquidou o primeiro set em apenas 16 minutos, com um "pneu" (6/0). Além de ganhar os seus três games com o saque na mão, o suíço converteu os três break points cedidos pelo francês na parcial para abrir vantagem de forma muito rápida.

No segundo set, Mannarino deu bem mais trabalho a Federer, mas o octacampeão não não teve o seu serviço ameaçado por nenhuma vez e aproveitou uma das sete oportunidades que conseguiu de quebrar o saque do adversário para fazer 7/5.

Já na terceira parcial, Federer converteu um de dois break points e voltou a confirmar todos os seus serviços para aplicar o 6/4 que fechou o confronto, após 1h45min. O francês foi, por sinal, o primeiro tenista a conseguir break points contra o suíço em uma partida nesta edição de Wimbledon, que só teve este jogo da chave masculina de simples encerrado até o final desta manhã de segunda-feira (no horário de Brasília).

Estadão Conteúdo

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade