1 evento ao vivo
ATP

Del Potro dá 1ª derrota do ano a Federer e quebra jejum

18 mar 2018
20h22
atualizado às 21h10
  • separator
  • comentários

Depois de mais de 2h30 de batalha, deu Juan Martin Del Potro no deserto californiano. O argentino bateu Roger Federer na grande decisão por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 6/7 (8-10) e 7/6 (7/2), e se sagrou o grande campeão de Indian Wells 2018. Este é 22º título da sua carreira e mais importante, o primeiro Masters 1000.

Foto: Reuters

Com o resultado, a Torre de Tandil  vence o segundo torneio na temporada e subirá duas posições no ranking, retornando ao sexto lugar após quatro anos. Esta é a melhor marca dele desde fevereiro de 2014, antes de passar por três cirurgias no punho esquerdo.

Federer, que disputou sua final de número 147 na carreira, mantém a liderança do mundo, mas vê Rafael Nadal mais perto. Com a derrota, o suíço perde a primeira partida no ano - são 17 vitórias e agora uma derrota -  e fica com o primeiro vice-campeonato, após dois títulos (Aberto da Austrália e Roterdã). Além disso, ele não conseguiu se isolar como o maior vencedor da história de Indian Wells e segue empatado com Novak Djokovic, com cinco cada e segue a três títulos de atingir a marca de 100 troféus.

O primeiro set teve apenas uma chance de quebra, a qual Del Potro não desperdiçou. Após um começo de jogo equilibrado, o argentino se impôs no quinto game e, de zero, quebrou o serviço do suíço. No game seguinte, o número um do mundo chegou a pressionar o adversário, mas não teve êxito e viu a parcial se encaminhar para seu fim. Delpo apenas manteve a vantagem e, de zero novamente, fechou o set em 35 minutos.

O segundo set já começou com dificuldades para Federer, que teve de salvar dois break-points. Na sequência, nenhum dos tenistas teve mais chances de quebra, mas ambos pressionavam os adversários e protagonizaram belíssimos pontos. Delpo parecia mais inteiro e sólido na partida, mas o suíço não cedeu seu saque e chegou a 5 a 4, ficando a uma quebra de levar a parcial.

Foto: Reuters

Neste game, Federer teve três chances de fechar o set, mas não conseguiu e o jogo se encaminhou para o tie-break. No desempate, o suíço conseguiu o mini-break no sétimo ponto e teve quatro set-points, todos desperdiçados, um deles com uma dupla-falta impressionante. Na sequência, Delpo chegou a ter o match-point, mas também não aproveitou, para sorte de Federer, que no 18º ponto conseguiu o mini-break e fechou a parcial.

Com quase duas horas de jogo, o terceiro set começou mais uma vez equilibrado. O número um do mundo até pressionou o argentino no primeiro game, mas não teve a chance de quebrar. O cenário se manteve, sem break-points para nenhum dos tenistas. até o oitavo game, quando Federer teve duas chances, desperdiçou a primeira, mas não a segunda e conseguiu a decisiva quebra.

Sacando para o título, Federer teve o duplo match-point, mas esbarrou mais uma vez em um aguerrido Del Potro, que na sequência, teve a chance de quebrar o suíço e também não aproveitou. O número um do ranking, na sequência, voltou a ter o ponto do título e de novo, não conseguiu fechar, o que custou caro. Delpo teve o break-point e não perdoou, virando a partida na sequência e forçando mais um tie-break.

No desempate, com uma dupla-falta, Federer cedeu o mini-break logo no segundo ponto e Delpo abriu 4 a 0.O suíço perdeu mais dois pontos de saques e o argentino teve cinco match-points. Desperdiçou o primeiro, mas não o segundo: 7 a 2 para conquistar o inédito título.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade