PUBLICIDADE
Logo do

São Paulo

Meu time

Sem Daniel Alves, São Paulo perde força pelas laterais

Clube do Morumbi também viu Reinaldo não ter uma boa atuação contra o Palmeiras

22 mai 2021 06h08
| atualizado às 08h54
ver comentários
Publicidade

Uma das principais características do São Paulo sob o comando de Hernán Crespo é o volume de jogo pelas laterais. Sempre participativos, os alas possuem papel fundamental na equipe, sendo muitas vezes responsáveis pela armação das jogadas e aparecendo constantemente na área. No primeiro jogo da final do Campeonato Paulista contra o Palmeiras, no entanto, a atuação ruim de Reinaldo e a ausência de Daniel Alves fizeram com que o Tricolor perdesse a força pelas extremidades do campo.

Daniel Alves sentiu lesão no joelho ainda no 1º tempo contra o Palmeiras
Daniel Alves sentiu lesão no joelho ainda no 1º tempo contra o Palmeiras
Foto: Anderson Lira/FramePhoto / Estadão Conteúdo

Principal nome do atual elenco tricolor, Daniel Alves sofreu um trauma no joelho direito em um lance faltoso de Victor Luis logo aos 31 minutos do primeiro tempo. Sem o camisa 10, o time de Hernán Crespo não conseguiu ameaçar o Palmeiras pelo lado direito, chegando poucas vezes com Igor Vinícius.

Só na atual temporada, Daniel Alves deu quatro assistências e marcou um gol. Com o esquema de três zagueiros, o jogador de 38 anos tem mais tranquilidade para participar das ações ofensivas, precisando se preocupar menos com o ataque adversário. Na vitória sobre o Palmeiras, na primeira fase do Paulistão, o veterano foi o grande destaque, dando roubando a bola e dando passe para Pablo na jogada no único gol.

Com a lesão de Dani Alves, o São Paulo passou a concentrar suas jogadas pelo lado esquerdo, conforme confirmado pelo mapa de calor do Footstats. Acontece que Reinaldo não teve boa atuação, o que acabou minando muitos dos ataques visitantes.

Também segundo o Footstats, o camisa 6 tentou oito cruzamentos no clássico de quinta-feira, mas acertou apenas um. Em toda a partida, nenhum outro jogador errou mais do que dois cruzamentos. O lateral ainda teve 11 erros de passe, mais do que qualquer outro atleta.

Na segunda final do Paulistão, às 16 horas (de Brasília) deste domingo, no Morumbi, o São Paulo deve apostar na boa fase de Igor Vinícius. Com o provável desfalque de Daniel Alves, a tendência é que o camisa 2 seja titular. O lateral-direito é o líder da equipe em assistências na temporada, com seis passes para gol.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade