PUBLICIDADE
Logo do São Paulo

São Paulo

Favoritar Time

Pato insiste em boa recepção de Ceni e cita foto com pai

18 fev 2014 - 14h02
(atualizado às 14h03)
Compartilhar
Exibir comentários
<p>Pato diz na chegada ao São Paulo que relação com Rogério Ceni é boa</p>
Pato diz na chegada ao São Paulo que relação com Rogério Ceni é boa
Foto: Miguel Schincariol / Gazeta Press

A pergunta era sobre as chances de Alexandre Pato de disputar a Copa do Mundo de 2014 caso passasse a acumular boas atuações com a camisa de seu novo time, o São Paulo. Mas o atacante deu um jeito de encaixar Rogério Ceni na resposta. Em sua apresentação oficial nesta terça-feira, no CT da Barra Funda, o atacante agora tricolor fez elogios várias vezes ao goleiro e capitão da equipe, buscando sempre desmentir qualquer boato de que ambos seriam desafetos.

"Primeiro queria agradecer até ao Rogério Ceni, que me recebeu muito bem aqui. No dia em que eu cheguei pela manhã ele estava na sala de musculação e me recebeu de braços abertos", disse Pato após ser perguntado sobre a possibilidade de chegar à Copa. "Tiramos até uma foto, eu, ele (Ceni) e meu pai", contou depois.

Alexandre Pato sobre o São Paulo: "Quero fazer história aqui":
Pato esquece passado e agradece recepção de Rogério Ceni:

As supostas rusgas de Pato e Ceni vêm da temporada passada, em que o jogador defendia o Corinthians. Na primeira fase do Campeonato Paulista, o atacante fez sinal de silêncio após marcar de pênalti contra o São Paulo - no lance da penalidade, aliás, Rogério se machucou ao chutar a sola do pé do então corintiano. Já na semifinal do mesmo Paulista, Pato eliminou o São Paulo em nova cobrança de pênalti e repetiu os gestos de silêncio.

Mas pelo discurso do atacante de 24 anos, qualquer desentendimento passado já foi superado entre ele e seu conterrâneo - Rogério Ceni também nasceu na cidade de Pato Branco, no Paraná. Por diversas vezes durante sua apresentação, Pato se referiu de forma respeitosa ao camisa 1 e exaltou seu extenso currículo de conquistas.

"Ainda tenho tempo. O São Paulo me abre muitas portas, as portas do mundo todo. Estou ao lado de multicampeões como Rogério e Luís Fabiano", disse o atacante após novamente ter sido perguntado sobre o tempo hábil que havia até a última convocação de Luiz Felipe Scolari para o Mundial de 2014.

Apesar de reforçar várias vezes que se dá bem com Rogério, Pato não quis se alongar a respeito dos assuntos sobre os quais os dois já conversaram nesta primeira semana do jogador no CT da Barra Funda. Mas afirmou que não teve nada a ver com as polêmicas de 2013.

"Falamos mais do rachão, em que dei umas assistências para o Rogério quando ele estava no meu time", desconversou. No treino desta terça, os dois mal trocaram palavras: Ceni passou boa parte da manhã fazendo trabalho específico em outro campo, e quando foi para o gramado principal, jogou no time adversário de Pato. O camisa 1 levou dois gols do atacante, mas não se dirigiu a ele após os lances.

Apresentado, Pato só estreia em março
Apresentado, Pato só estreia em março
Foto: Miguel Schincariol / Gazeta Press
Fonte: Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade