0

Milton Cruz critica eliminação do São Paulo e detona gestão Leco

3 ago 2020
14h25
atualizado às 14h25
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A eliminação para o Mirassol nas quartas de final do Campeonato Paulista frustrou os torcedores do São Paulo, que sonhavam com o título depois do bom desempenho na primeira fase. Quem também ficou decepcionado com a atuação do Tricolor foi Milton Cruz, ex-coordenador técnico do clube.

Demitido em 2016, depois de mais de 20 anos no São Paulo, Milton Cruz avaliou a eliminação precoce da equipe e aproveitou para tecer duras críticas à gestão Leco, de quem é desafeto.

"O que está acontecendo é o que está todo mundo vendo aí. Que vergonha ser eliminado por um time que fez um catado e conseguiu ganhar do São Paulo em pleno Morumbi. O São Paulo dando todas as condições para os jogadores, indo para Cotia, e acabou acontecendo esse desastre de ser eliminado. Mas esse é o legado que o Leco está deixando para o são-paulino", declarou em entrevista à rádio Jovem Pan.

Ao tentar explicar como o São Paulo chegou na situação atual depois de anos seguidos de títulos enquanto esteve no clube, Milton Cruz falou sobre planejamento e contratações de jogadores. Ele ainda citou ex-presidentes para contrastar as gestões anteriores com a atual.

"Eu acho que nós mudamos todo um planejamento que tínhamos, de contratações, de fazer as coisas do jeito que estávamos fazendo, que deu certo, de contratar jogadores sem custo. Agora o São Paulo está gastando horrores e não consegue montar um time para ser campeão. São as pessoas que hoje estão no poder que achavam que era fácil conduzir o São Paulo porque estava ganhando, mas muita coisa mudou. Saiu muita gente que trabalhava, que conhecia. Tinha presidente que era pulso firme e que era respeitado por todo mundo. Não só o Marcelo Portugal Gouvêa, como também o Juvenal. Eu tenho grandes amigos lá, torço para que o São Paulo possa melhorar essa situação. Não é possível que o São Paulo esteja nessa situação"

Por fim, Milton Cruz também elogiou o trabalho de Fernando Diniz, atual técnico do São Paulo. Por outro lado, destacou a dificuldade de treinar a equipe tricolor. O ex-coordenador técnico do clube ainda falou que não se sentia preparado para ser efetivado nas oportunidades que teve.

"Eu gosto do Fernando, do modo como ele monta a equipe. Quando ele veio para o São Paulo, mudou um pouco. Não está jogando da forma como começou a jogar nos outros times. Mas o São Paulo é muito grande. Os caras não têm noção da dimensão do São Paulo. Quantas vezes eu não tive a oportunidade de ficar como treinador, a pedido de jogador, de conselheiro, e nunca quis, porque sei a dimensão que é o São Paulo. Eu vi grandes treinadores passarem por momentos de dificuldade no São Paulo e ficar: 'o que eu faço? O que eu faço?'. Então, a gente sabe da dimensão do clube. Não é fácil conduzir o São Paulo", explicou.

Milton Cruz ficou no São Paulo por 22 anos e acabou demitido em março de 2016. Depois disso, iniciou a sua carreira como treinador no Náutico, em 2017. Passou ainda pelo Figueirense, clube em que foi campeão catarinense, e pelo Sport. Depois de apenas sete partidas pelo Leão, pediu demissão e, desde então, está sem clube.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade