PUBLICIDADE
Logo do

Santos

Meu time

Santos vai protestar na CBF por escalação de Andreas Pereira pelo o Flamengo em jogo do Brasileirão

Volante do Flamengo não cumpriu a quarentena obrigatória para pessoas que passaram pelo Reino Unido e atuou contra o Peixe. Anvisa também pediu punição ao jogador

13 set 2021 21h59
| atualizado às 22h17
ver comentários
Publicidade

O presidente do Santos, Andres Rueda, falou sobre o pedido de punição da Anvisa ao jogador Andreas Pereira pela participação na goleada do Flamengo por 4 a 0 diante do Santos, na Vila Belmiro, no dia 28 de agosto, pelo Brasileirão. O atleta, inclusive, fez um dos gols da equipe carioca na partida.

Andreas Pereira fez um gol na vitória do Flamengo sobre o Santos (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)
Andreas Pereira fez um gol na vitória do Flamengo sobre o Santos (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)
Foto: Lance!

Segundo o cartola santista, o Peixe deve apresentar nesta terça-feira para as autoridades a insatisfação pela escalação do jogador na partida.

- Pela moralidade do futebol, entramos com um pedido na procuradoria da CBF para apontar essa irregularidade que de fato aconteceu. Faremos independentemente de resultado, mas numa análise prévia soubemos que o jogo não seria anulado ou a gente receberia os pontos. É meio que posição unânime do jurídico. Consultei outros clubes que viveram essa situação, como o Fluminense e Grêmio. Mas independentemente dos pontos, é obrigação do Santos registrar insatisfação sobre o ocorrido. E está sendo feito. No mais tardar amanhã entraremos com essa reclamação na CBF - disse o presidente Andres Rueda, em reunião do Conselho Deliberativo nesta segunda-feira.

De acordo com nota oficial da agência, o jogador chegou ao Brasil no dia 20 de agosto e deveria cumprir 14 dias de quarentena por ter passado pelo Reino Unido. O volante não obedeceu o prazo. A CBF não se manifestou sobre o pedido até a noite deste sábado.

A Anvisa também notificou o Corinthians e o clube não pôde usar o meia William neste domingo diante do Atlético-GO pelo mesmo motivo.

A diretoria santista, porém, não crê que os pontos vão ser tirados do Flamengo e passados ao Santos. O jogador pode responder a um processo civil e penal.

Lance!
Publicidade
Publicidade