PUBLICIDADE
Logo do

Santos

Meu time

Novo goleiro do Santos foi procurado pelo São Paulo: "Peixe valoriza a base"

19 jun 2021 11h11
| atualizado às 11h11
ver comentários
Publicidade

Novo goleiro do Santos, Eduardo Araújo foi procurado pelo São Paulo antes de assinar o contrato até março de 2023 para reforçar, a princípio, o sub-20.

Edu tem 19 anos e era o terceiro goleiro do elenco profissional do Figueirense, mas topou a ida para a base do Peixe.

"Desde pequeno, sonhava em me tornar goleiro profissional e, além disso, em jogar em um grande clube da elite do futebol brasileiro como o Santos. Eu aceitei vir em busca de um sonho meu, mesmo sabendo que aqui dentro vou começar um novo caminho para chegar ao elenco principal. Sei que não vai ser nada fácil, mas confio no meu trabalho e no meu desempenho, que vestindo esse manto irei conseguir todos os meus objetivos", disse Eduardo, em entrevista à Gazeta Esportiva.

"O São Paulo também entrou em contato com o meu empresário, disseram que tinham interesse em me contratar, mas eu já estava acertado com o Peixe", completou o goleiro.

O Santos tem João Paulo, John, Vladimir e Paulo Mazoti no elenco profissional, além de Diogenes e Matheus Saldanha no sub-23. Mesmo assim, Eduardo aceitou jogar no Peixe. As primeiras impressões no clube são positivas.

"Mesmo tendo pouco tempo de casa, e sabendo de todas as adversidades, me sinto preparado e confiante para estar nessa disputa. Um exemplo claro disso foi minha passagem pelo Figueirense, onde cheguei com 16 anos e subi ao profissional no final de 2019, com 17 anos", afirmou.

"O Peixe valoriza muito os garotos, a base, e acredito que logo mais eu possa estar recebendo essa oportunidade", emendou.

O sub-20 santista não tem tido bons resultados recentes e perdeu amistoso para o São Paulo por 8 a 0. Eduardo tenta tranquilizar o torcedor. A estreia no Campeonato Brasileiro da categoria será contra o Sport, no dia 27, em Pernambuco.

"Podem esperar coisas boas, o grupo está unido e junto ao técnico Aarão, estamos ajustando os detalhes pra nossa estreia no Brasileirão, para começarmos com o pé direito no campeonato", afirmou.

Por fim, Eduardo Araújo comentou sobre quase ter ido para o Flamengo pouco antes da tragédia do Ninho do Urubu.

"Eu acredito que Deus sabe de todas as coisas, e confio muito nele. Eu estava esperando a resposta do Flamengo para eu me apresentar, mas nesse meio tempo recebi a oportunidade de ir para o Figueirense, onde acabei decidindo ir, acredito que foi uns três meses antes da tragédia. Fiquei sem acreditar quando soube da tragédia, perdi um amigo chamado Bernardo, que também era goleiro. Foi um dia muito triste, pensar que eles estavam lá buscando o mesmo sonho que eu e muitos outros garotos, longe de suas famílias. Uma verdadeira tragédia", concluiu.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade