PUBLICIDADE
Logo do Santos

Santos

Favoritar Time

Mescla de jovens e veteranos funciona, Santos goleia o Brusque e lidera a Série B

Santos aplicou 4 a 0 diante da torcida na Vila Belmiro

19 mai 2024 - 13h16
(atualizado às 16h06)
Compartilhar
Exibir comentários

Com grande atuação dos "Meninos da Vila" - JP Chermont e Weslley Patati, aposta do técnico Carille -, o Santos goleou o Brusque por 4 a 0, neste domingo, na Vila Belmiro, pela sexta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. A mescla do treinador funcionou, já que os veteranos Willian Bigode e Giuliano também marcaram e se destacaram na partida.

O Santos conquistou a quinta vitória em seis jogos disputados, chegando aos 15 pontos e ultrapassando o Goiás, segundo, com 14. O Sport caiu para terceiro, com 12. Já o Brusque conheceu o seu quinto tropeço consecutivo no torneio e dormirá na 16ª posição, com quatro, muito próximo da zona de rebaixamento.

O clima é tão favorável no Santos que até mesmo os jogadores lesionados foram à Vila Belmiro para acompanhar o clube. Sem Aderlan, Guilherme e Júlio Fuchs, Fábio Carille apostou na mescla entre experiência e jovens promessas, colocando em campo JP Chermont, Willian Bigode e Weslley Patati.

Dentro de campo, o trio fez a diferença em um primeiro tempo fantástico do time santista, que contou novamente com o apoio de seus torcedores. A presença de público foi liberada pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), que reverteu uma pena imposta ao clube que determinava jogo com portões fechados contra o rival catarinense, para que o valor arrecadado seja doado às vítimas das enchentes do Rio Grande do Sul.

Juntos, JP Chermont e Weslley Patati somam 38 anos, quase a idade de Willian Bigode, que marcou apenas o seu terceiro gol com a camisa do Santos. As joias santistas infernizaram a vida do adversário e deixaram os torcedores esperançosos com o futuro do clube, que é animador desde a chegada de Carille.

Em campo, o Santos demorou exatos 21 minutos para engrenar. JP Chermont fez boa jogada pelo lado direito e deixou com Weslley Patati. O atacante chutou cruzado e viu a bola passar por todo mundo e acabar no fundo das redes, marcando o seu primeiro gol no profissional.

A partir daí o Santos passeou em campo. Aos 33, após linda triangulação, Patati acionou JP Chermont pela direita. O lateral cruzou rasteiro e Giuliano, de 35 anos, pegou de primeira para fazer 2 a 0, diante de um adversário que já parecia rendido.

O domínio era tão evidente que o Santos fez o terceiro aos 40. Otero achou Diego Pituca, que cruzou para Willian Bigode acertar um bonito chute e voltar a marcar com a camisa santista, o que não acontecia desde o Campeonato Paulista.

No segundo tempo, o Santos foi um pouco mais contido e passou a administrar a vantagem. Mesmo assim, desperdiçou boas oportunidades de gol, principalmente com o zagueiro Gil e com o lateral JP Chermont, que queria fazer o seu para fechar a boa partida com "chave de ouro".

O quarto gol veio, mas através dos pés de Morelos, mas com nova assistência de JP Chermont. O lateral recebeu belo lançamento de João Schmidt, driblou a marcação e apenas rolou para o camisa 30 fazer mais um. Com a vitória confirmada, restou ao time paulista apenas administrar a vantagem e fazer a festa com os seus torcedores na Vila Belmiro.

O Santos volta a campo na sexta-feira, às 21h30, para enfrentar o América-MG, na Arena Independência, em Belo Horizonte (MG). No domingo, às 17h, o Brusque visita o Vila Nova, no OBA, em Goiânia (GO).

Confira os gols e os melhores momentos da partida:

FICHA TÉCNICA

SANTOS 4 X 0 BRUSQUE

SANTOS - João Paulo; JP Chermont (Rodrigo Ferreira), Gil, Joaquim e Escobar; João Schmidt, Diego Pituca e Giuliano (Cazares); Otero (Patrick), Willian Bigode (Morelos) e Weslley Patati (Serginho). Técnico: Fábio Carille.

BRUSQUE - Matheus Nogueira; Éverton Alemão, Matheus Salustiano, Wallace e Alex Ruan; Rodolfo Potiguar (Jhemerson), Marcos Serrato e Anderson Rosa (Keké/ Diego Tavares); Dentinho (Dionísio), Guilherme Queiroz e Paulinho Moccelin. Técnico: Luizinho Lopes.

GOLS - Weslley Patati, aos 21, Giuliano, aos 33, e Willian Bigode, aos 40 minutos do primeiro tempo. Morelos, aos 34 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Patrick (Santos)

ÁRBITRO - Luciano da Silva Miranda Filho (CE)

RENDA - R$ 736.800,00

PÚBLICO - 10.325 pessoas

LOCAL - Vila Belmiro, em Santos (SP).

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade