0

Contrato de Cueva não deve ser renovado no Pachuca; Santos monitora

3 jun 2020
14h29
atualizado às 14h53
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Cueva não deve ficar no México (Foto: Reprodução/Instagram Pachuca)
Cueva não deve ficar no México (Foto: Reprodução/Instagram Pachuca)
Foto: Gazeta Esportiva

Christian Cueva não deve ter o contrato renovado no Pachuca, do México. O vínculo termina em junho e o meia ficaria "livre" no mercado.

"Todos os jogadores com salário alto provavelmente sairão", resumiu Andrés Fassi, diretor do Pachuca, em entrevista à Gazeta Esportiva.

O Alianza Lima, do Peru, não esconde o interesse em repatriar Cueva, mas o alto salário atrapalha a negociação. O Boca Juniors, da Argentina, também é um dos possíveis alvos. Enquanto isso, o armador se diz tranquilo.

"Contrato termina em alguns dias, mas estou tranquilo, não sei o que vai acontecer, tudo é diferente numa pandemia. Se eu sair, não é o fim do mundo. Vou voltar com força… Alguns veículos publicam coisas erradas, o técnico disse que quer que eu fique… Enfim, isso vai ser resolvido com calma", falou Cueva, em transmissão no Instagram.

O técnico da seleção Peruana, Ricardo Gareca, revelou à ESPN a consulta de Juan Román Riquelme, ex-jogador e hoje dirigente do Boca.

"Riquelme me ligou para falar sobre o Zambrano e aproveitou para perguntar por Cueva, que é um jogador que ele gosta, mas não falou sobre ir ao Boca neste momento", disse o treinador.

"Como somos pessoas do futebol, trocamos opiniões e dentro dessa conversa saiu o talento do Cueva, porque Riquelme gosta das características desse tipo de jogador", completou Gareca.

A Gazeta também ouviu um dos empresários de Cueva, Cesar Mejía, e seu irmão, Jorge Luis.

"Ele tinha contrato só até junho mesmo, então fica livre no mercado. Não sei o que ocorrerá agora", resumiu o agente.

"Christian está vendo o melhor para ele. Boca é um grande clube e todos querem jogar lá, mas no momento Cueva está no Mexico. Seu contrato acaba em junho e depois veremos. A pandemia deixou tudo muito parado e não se pode definir nada, sobre a saída ou a possibilidade de continuar", explicou o irmão.

Enquanto isso, o Santos monitora a situação. O Peixe move uma ação em parceria com o Krasnodar, da Rússia, contra Christian Cueva e também o Pachuca.

Cueva estava emprestado ao Santos até janeiro e saiu de forma forçada. A Fifa liberou a assinatura, mas, de acordo com o Peixe, prometeu a cobrança de uma indenização. O combinado era o Alvinegro pagar R$ 23 milhões em quatro parcelas anuais ao Krasnodar, que nada recebeu até agora.

"Se a saída do Cueva realmente acontecer, ele não fica liberado da multa ou indenização", afirmou Peres, à Gazeta Esportiva.

Christian Cueva tem 28 anos e jogou 16 vezes pelo Santos e só três neste ano pelo Pachuca. O Peixe ficou perto de negociá-lo com o San Lorenzo, da Argentina, antes da viagem "surpresa" para o México.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade