1 evento ao vivo

Rio tem vários estádios sem condições de uso

17 jan 2017
15h03
  • separator
  • 0
  • comentários

Faltam duas semanas para o início do Carioca e a polêmica sobre a situação do Maracanã continua em alta. O estádio, abandonado,  dificilmente terá como abrigar jogos da competição. Mas o problema não termina aí. Há vários locais utilizados regularmente pelos clubes que estão sem condições de receber eventos.

A Arena da Ilha, por exemplo, arrendada pelo Flamengo,  não vai abrir os portões pelo menos até março. Isso afeta diretamente outro clube,  a Portuguesa, que transferiu seus jogos da primeira fase do Carioca para o campo do Olaria,  na Rua Bariri. É para lá que o Bonsucesso, também na Primeira Divisão do Rio, resolveu mandar suas partidas, uma vez que seu estádio, na Rua Teixeira de Castro, não está aprovado para sediar jogos oficiais do time profissional.

O Estádio Luso-brasileiro, da Portuguesa-RJ, ficará fechado até março para reforma
O Estádio Luso-brasileiro, da Portuguesa-RJ, ficará fechado até março para reforma
Foto: Úrsula Nery/FERJ

A situação se agravou nos últimos dias com o desabamento da cobertura do estádio do América, na Baixada Fluminense.  Foi ali que o Tricolor disputou partidas pelo Brasileiro de 2016 e planejava reutilizá-lo pelo menos neste início de 2017. Agora, essa possibilidade parece remota.

Quem checar a tabela da Taça Guanabara,  no site da federação de futebol do Rio, pode levar um susto ao constatar que até mesmo São Januário e Engenhão não estão liberados para o Carioca, assim como os estádios do Macaé, Volta Redonda, Resende, Boavista e Madureira. Todos ainda dependem da apresentação de laudos de segurança. Isso não deve ser problema para os dois maiores, mas a medida já poderia ter sido tomada, seguindo o exemplo do Bangu, cujo estádio (Moça Bonita) está com a documentação em dia.

Fonte: Especial para Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade