PUBLICIDADE

Um, dois, três, São Paulo é freguês, mas continua favorito

No dia 13 de dezembro, Corinthians completou o décimo-terceiro jogo invicto contra o São Paulo, em Itaquera

14 dez 2020 07h07
ver comentários
Publicidade

Caiu em Itaquera, já era. A torcida do Corinthians adora soltar essa frase, que pelo menos para o São Paulo cai como uma luva. Já são 13 jogos com 10 vitórias do Timão e três empates.

Otero fez o gol da vitória do Corinthians sobre o São Paulo por 1 x 0
Otero fez o gol da vitória do Corinthians sobre o São Paulo por 1 x 0
Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians / Agência Corinthians

Aguentar as piadinhas dos torcedores rivais na segunda-feira não é fácil, mas a realidade do Tricolor ainda permite esse tropeço. Seria pior perder para o Atlético Mineiro na quarta-feira, um rival direto na briga pelo título. Ser derrotado pelo Corinthians é sempre ruim, mas tem que entrar na conta dos pontos que podem ser perdidos.

O Atlético se animou, o Flamengo botou as asinhas de fora, o Palmeiras se empolgou, mas o São Paulo manteve até o domingão 17 jogos de invencibilidade no Brasileiro. Não é pouca coisa. Além disso, o Tricolor venceu o Corinthians no primeiro turno. Tá tudo igual com o rival. Ninguém deve nada pra ninguém. Agora é hora de botar os pés no chão e seguir rumo ao hepta, que segue dependendo exclusivamente do São Paulo.

Para o Corinthians, o atual nono lugar parece ser a parte que cabe ao time nesse Brasileiro. Foi outra partida com cara de final de campeonato. A entrega e a luta dos jogadores encheram a torcida de orgulho. Vagner Mancini botou Diniz no bolso e conseguiu arrumar um time que até pouco tempo atrás brigava pra não cair. Não é pouca coisa.

 

Paradinha Esportiva Paradinha Esportiva
Publicidade
Publicidade