0

Raul Seixas manda do céu uma trilha sonora para o futebol

Nos 30 anos sem o Maluco Beleza, uma homenagem da Paradinha Esportiva para o inesquecível Raulzito

21 ago 2019
12h24
atualizado às 12h39
  • separator
  • 0
  • comentários

Alô?

- Alô, aqui é do céu, quem tá na linha é o Raul. Tá tudo tão esquisito aí, o que é que há com vocês? Por favor não deixem a peteca cair.

- Raulzito, que honra. Nem me fale. Daqui a pouco vão alugar o Brasil, como você sugeriu há tanto tempo atrás.

- Há 10 mil anos pra ser mais exato. Não poderia perder a piada. Mas noto que o amigo está confuso.

- Sim, são tantas notícias do esporte que não sei por onde começar.

Raul Seixas durante apresentação do Festival Musica na Praia realizado pela Prefeitura de Santos (Brasil, Santos, SP, 15/02/1982)
Raul Seixas durante apresentação do Festival Musica na Praia realizado pela Prefeitura de Santos (Brasil, Santos, SP, 15/02/1982)
Foto: ARQUIVO/ ESTADÃO CONTEÚDO

- Deixa comigo. Eu sou o início, o fim e o meio. Toca Raul que você vai se dar bem.

- Mas como assim? Pra falar de mais uma expulsão do Felipe Melo?

- Essa é fácil. Cowboy fora da lei.

- E pra falar sobre a situação do Grêmio na Libertadores tem alguma?

- “Não pense que a vitória está perdida.... Tente outra vez.”

- E sobre a greve do time do Figueirense?

- O dia em que o Figueirense parou.

- E o que dizer sobre o jogo do Flamengo contra o Internacional?

- Bota pra tocar Trem das 7 e não se comprometa. “Quem vai chorar, quem vai sorrir.”

- Tô lendo aqui que o técnico do Corinthians não sabe se vai escalar o Love ou o Boselli. Você que tem uma visão privilegiada agora não pode me dar uma luz?

- Essa tá fácil. “Aquele seu chaveiro escrito Love, ainda hoje me comove...” O Carille vive cantando essa música embaixo do chuveiro. Agora vou desligar, o telefone tá caro. Obrigado pela atenção.

Veja também:

 

Paradinha Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade