0

Por que o Flamengo mais uma vez se voltou contra a torcida?

A cobrança de R$ 10 é fichinha perto do comportamento do clube em outros episódios

4 jul 2020
13h23
atualizado às 13h48
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Depois de fazer um teste com a transmissão do jogo contra o Boavista, quando atingiu mais de 2,2 milhões de espectadores, o Flamengo resolveu agora cobrar ingresso para a emocionante semifinal contra o Volta Redonda. É injusto com o torcedor, é uma traição com a nação rubro-negra, mas quem poderia esperar uma atitude diferente.

O Flamengo de Landim vai cobrar R$ 10 pela transmissão do jogo da semifinal da Taça Rio
O Flamengo de Landim vai cobrar R$ 10 pela transmissão do jogo da semifinal da Taça Rio
Foto: Marcelo Cortes/CR Flamengo / Goal

A forma como a diretoria agiu e age com as famílias dos 10 meninos que perderam a vida no incêndio do Ninho do Urubu já mostrava do que esse grupo que assumiu o Flamengo seria capaz.

Mas Landim e companhia iriam além. Para agradar o presidente Bolsonaro, assumiram a briga pela volta do futebol antes da hora. Com a pressão do Flamengo, Crivella logo cedeu para a alegria dos que não se comovem com a dor do próximo.

Em troca, Bolsonaro criou a chamada MP do Flamengo, sem debater com ninguém, apenas para agradar seu parceiro de gripezinha. Que legal, que bacana, os jogos do Flamengo podendo ser vistos democraticamente pela Fla TV e de graça.

Mas quem só pensa em grana o tempo todo não ia perder uma oportunidade como essa. Por apenas R$ 10, a nação rubro-negra ganha o direito de ver a semifinal da emocionante Taça Rio. Imagina só quanto o Flamengo não vai faturar!

E assim caminha o Flamengo. Depois de gerar antipatia entre os outros torcedores, agora se volta contra a própria torcida. Mas sempre vai aparecer alguém pra dizer: e daí, o importante é que tiramos a Globo da parada e democratizamos as transmissões. Então tá!

 

Veja também:

Repórter do L! analisa estreia do Botafogo no Campeonato Brasileiro
Paradinha Esportiva Paradinha Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade