0

Diretoria do Flamengo foi covarde com Abel Braga

Sem coragem para demiti-lo, clube procurou outro técnico antes e começou a fritá-lo dando pitaco na escalação.

29 mai 2019
20h47
  • separator
  • 11
  • comentários

O festival de bobagens protagonizado pelos dirigentes do Flamengo parece não ter fim. Primeiro quiseram proibir o uso da expressão Festa na Favela nas redes sociais. Logo voltaram atrás com a reação negativa. Depois, outro iluminado ofendeu toda a nação rubro-negra ao dizer que a pichação no muro não era coisa de torcedor porque a palavra Mickey estava escrita corretamente.

Agora foram covardes com Abel Braga sem justificativa. Se o time não estava rendendo o que dele se esperava pelo elenco montado, que houvesse uma conversa franca com o treinador já que os resultados mal ou bem estavam aparecendo.

Foto: Bruna Prado/Getty / Goal

Mas preferiram agir pelas costas. Procuraram o treinador português Jorge Jesus, segundo revelou o blogueiro do Uol, Renato Maurício Prado, e Abel, que tem muitos amigos em Portugal, descobriu a traição.

Paralelamente, eles  também criticaram a ideia de Abel jogar com um time alternativo contra o Fortaleza, preservando os titulares para o confronto contra o Corinthians pela Copa do Brasil. Agora com a demissão consumada, os dirigentes reconhecem que havia um descontentamento com o treinador. Só que preferiram fritar Abel ao invés de chamá-lo para uma reunião às claras.

A grandeza do Flamengo não permite tanto amadorismo, tanto preconceito e tanto desconhecimento das origens do clube de maior torcida do Brasil.

Paradinha Esportiva
  • separator
  • 11
  • comentários
publicidade