PUBLICIDADE

O choro do Timão é livre mas VAR não é culpado pelo fracasso

Os juízes são fracos mas a diretoria é a grande culpada pela campanha decepcionante no Brasileiro

16 fev 2021 07h07
ver comentários
Publicidade

Fato. O juiz Rafael Traci é fraco e conseguiu desagradar as duas equipes. Sim, não houve critério na distribuição de cartões amarelos. Segundo o SofaScore, o Flamengo fez 21 faltas e recebeu um amarelo. O Corinthians fez 16 e levou 5, incluindo um de Ramiro por reclamação, quando ainda estava no banco. É o chamado árbitro caseiro.

Por essa falta de critério e por causa do VAR no lance do segundo gol do Flamengo, o presidente do Corinthians, Duílio Monteiro Alves, decidiu protestar na CBF. É um direito dele e o que aconteceu no Maracanã dá embasamento para o protesto.

Só que o protesto na reta final do Brasileiro tem toda pinta de justificar mais um fracasso do Corinthians na temporada. Afinal, mesmo com oito vagas para a Libertadores, o Timão deve ficar sem nenhuma.

Culpa da diretoria que contratou mal e por isso teve que trazer Cazares, Otero e Fábio Santos no meio da competição para evitar o rebaixamento. E fez pior: deixou Coelho comandar a equipe durante 7 partidas, jogando o torneio praticamente na lata do lixo.

A diretoria empurrou com a barriga na contração de um novo técnico. Vagner Mancini conseguiu montar um time com pouco tempo de trabalho, mas que não deve ser o suficiente para colocar o Timão na pré-Libertadores.

Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians / Site do Corinthians

O choro da diretoria é livre, mas é ela a maior culpada pelo fraca campanha corintiana na temporada.

Paradinha Esportiva Paradinha Esportiva
Publicidade
Publicidade