PUBLICIDADE

Zarco comanda com folga treino 1 da MotoGP na chuva de Misano. Quartararo é só 18º

Francês da Pramac cravou 1min42s374 na melhor de 19 voltas em uma pista ensopada e comandou o primeiro treino para o GP do Feito na Itália e da Emilia-Romanha. Marc Márquez e Jack Miller completaram o top-3 de uma sessão em que o líder do Mundial ficou 3s103 atrás do ponteiro

22 out 2021 05h54
| atualizado às 06h06
ver comentários
Publicidade
Johann Zarco comandou o primeiro treino em Misano
Johann Zarco comandou o primeiro treino em Misano
Foto: AFP / Grande Prêmio

ADEUS DE ROSSI E TRIBUTO A SIMONCELLI: MOTOGP TRANSBORDA EMOÇÃO EM MISANO | GP às 10

Johann Zarco desfilou a força das Ducati e comandou o primeiro treino da MotoGP nesta sexta-feira (22) em Misano. Em uma manhã de chuva, o francês da Pramac anotou 1min42s374 e garantiu o topo da folha de tempos na primeira atividade preparatória para o GP do Feito na Itália e da Emilia-Romanha.

A primeira sessão na Costa Adriática viu as Ducati se revezarem no topo da folha de tempos, chegando a formar um 1-2-3 nos instantes finais do TL1. Já com o cronômetro travado, porém, Marc Márquez passou em 1min43s791 e avançou para segundo, mas já 1s417 atrás de Zarco, que aproveitou a volta final para também melhorar.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Johann Zarco colocou a Ducati na frente no TL1 em Misano (Foto: AFP)

MATEMÁTICA DO TÍTULO

0s208 mais lento que o hexacampeão da MotoGP, Jack Miller escorregou para terceiro, diante de Jorge Martín e Franco Morbidelli, que também avançaram no final. Francesco Bagnaia fechou em sexto, 1s809 atrás de Zarco em Misano, depois de sofrer uma queda sem maiores consequências físicas na reta final da sessão.

Miguel Oliveira colocou a KTM na sétima colocação, diante de Danilo Petrucci e Iker Lecuona. Joan Mir completou um top-10 coberto por 2s139. Correndo em casa, Luca Marini foi 11º, 0s176 melhor que Valentino Rossi, o 12º.

Líder do Mundial, Fabio Quartararo foi 3s103 mais lento que Zarco e acabou apenas em 18º, diante só de Aleix Espargaró, Enea Bastianini, Andrea Dovizioso, Takaaki Nakagami, Brad Binder e Lorenzo Savadori.

WEB STORY

A MotoGP define o grid de largada do GP do Feito na Itália e da Emília-Romanha, em Misano, no sábado (23), às 9h10 (de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2021.

Saiba como foi o treino livre 1 da MotoGP para o GP da Emilia-Romanha:

Tal qual indicava a previsão do tempo, a chuva deu as caras nesta sexta-feira, o que resultou em um primeiro treino em Misano com pista molhada. Quando a MotoGP entrou na pista, os termômetros mediam 16°C, com o asfalto chegando a 14°C. A velocidade do vento era de 6 km/h.

Com previsão de chuva para todo o fim de semana, os pilotos não tardaram a entrar na pista. Iker Lecuona abriu a sessão no topo da tabela, com 1min49s084, mas logo foi superado por Miguel Oliveira.

Ainda nos primeiros minutos da sessão, Álex Márquez caiu na curva 2, motivando uma bandeira amarela localizada. Pouco depois, Brad Binder também escorregou, mas escapou sem maiores lesões do acidente na curva 8.

Pouco depois, Jack Miller foi a 1min45s027 e assumiu o comando, mas ficou bem pouco por lá, já que Oliveira passou 0s602 melhor para recuperar a liderança. Lecuona era o terceiro, com Francesco Bagnaia e Danilo Petrucci fechando o top-5.

Com 1min44s406, Francesco Bagnaia saltou para a ponta da tabela, mas logo foi superado pelo companheiro de equipe, que foi 0s407 melhor. Oliveira caiu para terceiro, diante de Marc Márquez. Franco Morbidelli também tinha melhorado e vinha em sétimo, diante de Jorge Martín e Fabio Quartararo.

No meridiano da sessão, a chuva seguia presente e a pista permanecia bastante ensopada. Quando os pilotos começaram a entrar nos boxes, Miller tinha o comando, com Bagnaia, Oliveira, Marc Márquez, Lecuona, Johann Zarco, Morbidelli, Martín, Quartararo e Petrucci formando o top-10 em Misano. Álex Rins era 12º, diante de Valentino Rossi e Maverick Viñales.

Apesar de muitos competidores seguirem parados, alguns permaneceram rodando, apesar das condições. Normalmente em dificuldades com a pista molhada, Quartararo foi um dos que insistiu em rodar, mas sem chance de sair da nona colocação.

Na reta final da sessão, a movimentação na pista voltou a aumentar. Joan Mir conseguiu melhorar o tempo e saltou para 13º, 0s059 mais lento que Rins, que vinha logo à frente.

Entrando na reta final do treino, Quartararo levou um sustinho na Quercia, a curva 8 de Misano, mas conseguiu se manter em cima da YZR-M1 e da sequência ao treino. O francês ainda estava na nona colocação, 1s989 atrás do líder Miller.

O australiano, aliás, também teve a atenção testada na curva 6, mas conseguiu ficar em cima da Desmosedici.

Pouco depois, Johann Zarco foi a 1min44s151 e saltou para a segunda colocação, 0s152 atrás de Miller. Bagnaia completava o 1-2-3 da Ducati, com Oliveira e Lecuona formando o top-5.

Em seguida, contudo, Iker foi mais rápido, subindo para a terceira colocação, 0s406 atrás de Miller. Mais atrás, Mir avançou para o sétimo posto, 1s342 mais lento que o ponteiro.

Com cerca de 7 minutos para o fim do treino em Misano, Zarco anotou 1min43s836 e passou Miller por 0s163 para tomar a ponta da folha de tempos. Mais atrás, Luca Marini avançou para oitavo ao anotar 1min45s343.

Rodando no topo da tabela, Zarco tratou de melhorar o tempo, chegando a 1min43s087 para abrir 0s912 de margem para Miller. Bagnaia vinha em terceiro, mais de 1s atrás, mas tinha sofrido uma queda na Quercia. O vice-líder do Mundial escapou de lesões maiores, mas ficou bem irritado com o lance.

Mais atrás, Marini também conseguiu ser mais rápido, chegando a 1min44s575, 1s488 atrás de Zarco. Marc Márquez vinha 0s085 mais lento que o caçula dos irmãos de Tavullia, em oitavo.

Já com a bandeira quadriculada tremulando em Misano, Álex Márquez e Pol Espargaró saltaram para nono e décimo, mas caíram na sequência, já que Marc saltou para segundo, com Morbidelli tomando o quarto posto, antes de ser superado por Martín.

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

MotoGP 2021, GP da Emília-Romanha, Misano, Treino Livre 1:

1 J ZARCO Pramac Ducati 1:42.374  
2 M MÁRQUEZ Honda 1:43.791 +1.417
3 J MILLER Ducati 1:43.999 +1.625
4 J MARTÍN Pramac Ducati 1:44.041 +1.667
5 F MORBIDELLI Yamaha 1:44.054 +1.680
6 F BAGNAIA Ducati 1:44.183 +1.809
7 M OLIVEIRA KTM 1:44.243 +1.869
8 D PETRUCCI Tech3 KTM 1:44.324 +1.950
9 I LECUONA Tech3 KTM 1:44.405 +2.031
10 J MIR Suzuki 1:44.513 +2.139
11 L MARINI Avintia VR46 Ducati 1:44.575 +2.201
12 V ROSSI SRT Yamaha 1:44.751 +2.377
13 M PIRRO Ducati 1:44.888 +2.514
14 A MÁRQUEZ LCR Honda 1:45.011 +2.637
15 P ESPARGARÓ Honda 1:45.204 +2.830
16 A RINS Suzuki 1:45.221 +2.847
17 M VIÑALES Aprilia Gresini 1:45.445 +3.071
18 F QUARTARARO Yamaha 1:45.477 +3.103
19 A ESPARGARÓ Aprilia Gresini 1:45.616 +3.242
20 E BASTIANINI Avintia Ducati 1:45.656 +3.282
21 A DOVIZIOSO SRT Yamaha 1:45.881 +3.507
22 T NAKAGAMI LCR Honda 1:46.046 +3.672
23 B BINDER KTM 1:46.152 +3.778
24 L SAVADORI Aprilia Gresini 1:46.966 +4.592

MOTOGP MOSTRA DUAS CARAS EM DECISÕES ENVOLVENDO SEGURANÇA EM 2021 | GP às 10

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade