PUBLICIDADE

Rossi elogia desempenho de Bagnaia em 2021: "Faz tempo que não vejo a Ducati assim"

Pecco Bagnaia segue na dura missão de devolver a Ducati ao topo da MotoGP, mas já recebeu incentivos do mentor Valentino Rossi, que gostou do rendimento do italiano ao longo das últimas corridas

13 out 2021 11h05
| atualizado às 11h08
ver comentários
Publicidade
Francesco Bagnaia e Valentino Rossi em ação no GP de Aragão
Francesco Bagnaia e Valentino Rossi em ação no GP de Aragão
Foto: SRT / Grande Prêmio

Quartararo tem dura missão contra pilotos da Ducati para conquistar a MotoGP

Nos últimos anos, a Ducati esteve sempre na briga pelo título da MotoGP, mas Andrea Dovizioso ficou no vice em três ocasiões, fazendo com que a montadora italiana tivesse apenas ficasse com a conquista de Casey Stoner, em 2007, marcada na história. A história, porém, pode ser mudada por Francesco Bagnaia neste ano e o jovem italiano foi bem elogiado pelo mentor Valentino Rossi.

Com mais três corridas para o fim da temporada, Bagnaia está 52 pontos atrás do rival Fabio Quartararo e tem uma ingrata missão pela frente se quiser conquistar o título da MotoGP. Apesar das dificuldades, o esforço foi destacado por Rossi.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Francesco Bagnaia, Valentino Rossi e Franco Morbidelli (Foto: Divulgação/MotoGP)

WEB STORY

"O Pecco [Bagnaia] é impressionante. A pole no GP das Américas foi a terceira seguida e com uma grande volta. Ele está em ótima forma", disse Rossi ao site da MotoGP.

"É sempre divertido vê-lo acelerar, é um grande prazer porque ele coloca a Ducati no topo. Faz muito, muito tempo que não vejo a Ducati assim, então estou feliz pelo Pecco", completou.

Apesar das dificuldades na briga pelo título, Bagnaia prometeu não jogar a toalha até o fim. "Certamente não vou desistir, mas Fabio fez um grande trabalho neste ano: foi o mais rápido na primeira parte da temporada e o mais consistente. Sei muito bem onde perdi os pontos que me faltam, por causa de erros meus e problemas, e não foi hoje. Mas fui mais competitivo nas últimas corridas"

A MotoGP volta às pistas no próximo dia 24 de outubro para o GP do Feito na Itália e da Emília-Romanha, em Misano. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2021.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade