4 eventos ao vivo

Morbidelli bate Nakagami com cronômetro zerado e ponteia TL3 do GP de Teruel. Mir é 10º

O ítalo-brasileiro interrompeu o domínio da Honda nos treinos para o GP de Teruel ao bater o japonês da LCR por só 0s059. Fabio Quartararo ficou em terceiro, com Joan Mir aparecendo em décimo

24 out 2020
06h50
atualizado às 07h11
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Franco Morbidelli garantiu a liderança no instante final
Franco Morbidelli garantiu a liderança no instante final
Foto: SRT / Grande Prêmio

Franco Morbidelli interrompeu o domínio da Honda no MotorLand. Depois de liderar os treinos de sexta-feira com Álex Márquez e Takaaki Nakagami, a montadora da asa dourada teve de se contentar com o segundo lugar na manhã deste sábado (24).

Já com o relógio zerado no TL3 do GP de Teruel, Morbidelli anotou 1min47s333 e tomou a ponta de Nakagami por apenas 0s059. Companheiro do pupilo de Valentino Rossi na SRT, Fabio Quartararo ficou em terceiro, com Maverick Viñales colocado a terceira Yamaha no top-4.

Franco Morbidelli foi melhor que Takaaki Nakagami nesta manhã
Franco Morbidelli foi melhor que Takaaki Nakagami nesta manhã
Foto: SRT / Grande Prêmio

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

0s213 mais lento que o líder, Álex Márquez ficou com a quinta colocação, com Iker Lecuona surgindo em sexto com a KTM. Álex Rins foi a melhor Suzuki e aparece em seguida, escoltado por Miguel Oliveira e Cal Crutchlow.

Líder da classificação do campeonato, Joan Mir fez a melhor de 18 voltas em 1min47s715 e, 0s382 mais lento que Quartararo, acabou em décimo. Melhor Ducati, Jack Miller fez o 11º tempo, com Andrea Dovizioso em 14º, Danilo Petrucci em 17º e Francesco Bagnaia em 18º.

GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP de Teruel, 12ª etapa do Mundial de Motovelocidade 2020.

Saiba como foi o treino livre 3 da MotoGP em Alcañiz:

O sábado em Teruel amanheceu mais frio que o dia anterior. Quando o relógio passou a contar os 45 minutos do terceiro treino livre, os termômetros mediam 16°C, com o asfalto chegando a 17°C. A velocidade do vento era de 11 km/h.

Fabio Quartararo abriu a sessão no topo da tabela com 1min49s599, só 0s006 melhor que Franco Morbidelli. A dupla da SRT Yamaha foi melhor na volta seguinte, mas o francês manteve a ponta, agora com 0s254 de margem para o companheiro de equipe. Líder da sexta-feira, Takaaki Nakagami era agora o terceiro.

Assim como aconteceu no primeiro dia deste segundo fim de semana em Teruel, Quartararo e Mir voltaram a andar juntos pela pista. Na sexta-feira, Fabio admitiu que estava 'espionando' o piloto da Suzuki. E conseguiu identificar as fraquezas da Yamaha.

Morbidelli, então, foi 1min48s433 e assumiu a liderança da sessão, 0s062 melhor que Quartararo. Álex Márquez era o terceiro, seguido por Nakagami, Johann Zarco, Mir e Rins.

Franco foi ainda melhor na sequência, chegando a 1min48s233, 0s262 melhor que Quartararo, que já tinha partido para o pit-stop. Rins vinha agora em terceiro, 0s008 à frente de Mir, o quarto. Márquez fechava o top-5.

De volta à pista, Quartararo foi a 1min48s171 e assumiu a ponta, abrindo 0s062 de margem para Morbidelli. Com um par de pneus novos, Fabio foi ainda melhor na sequência, chegando a 1min47s401, já a melhor volta do fim de semana. Assim, a diferença para Franco subiu para 0s832.

Rodando atrás de Stefan Bradl, Brad Binder saltou para a terceira colocação, já 1s094 mais lento que Quartararo. O piloto de testes da Honda vinha em 12º.

Também com um par de macios, Nakagami cravou 1min47s392 e saltou para a ponta, abrindo apenas 0s009 de respiro para Quartararo. Rins também foi melhor e aparecia agora em terceiro, à frente de Mir e Morbidelli.

Aniversariante do dia, Danilo Petrucci foi a 1min48s096 na 12ª volta nesta manhã e pulou para a quinta colocação. A sexta-feira tinha sido muito ruim para as Ducati, mas Danilo era agora o primeiro entre os pilotos da marca de Bolonha a conseguir vaga provisória direto no Q2.

Pouco depois Morbidelli anotou 1min47s516 e assumiu o terceiro posto, 0s124 mais lento que Nakagami. Mais atrás, Viñales subiu para o sexto posto, 0s698 mais lento que Nakagami.

Faltando pouco mais de cinco minutos para o fim, Johann Zarco caiu na curva 9 no traçado aragonês, mas escapou de lesões mais sérias. O francês tinha o 17º posto no combinado dos treinos.

Depois de uma sexta-feira muito ruim, Dovizioso reagiu neste sábado. Com um pneu traseiro macio novo, o italiano cravou 2min47s878 e assumi o sexto posto. Na sequência, Crutchlow e Rins foram mais rápidos, derrubando o titular da Ducati para a oitava colocação.

Pouco depois, Jack Miller também melhorou e pulou para a sétima colocação, 0s379 mais lento que o líder Nakagami. Rins avançou para a quarta colocação pouco depois, com Mir melhorando para ser o sétimo na tabela deste TL3.

Com apenas alguns segundos ainda no cronômetro, Álex Márquez foi a 1min47s546 e subiu para a quarta colocação, com Iker Lecuona aparecendo em quinto, à frente de Rins, Oliveira, Crutchlow e Mir.

Já com a bandeira quadriculada tremulando no MotorLand, Morbidelli passou em 1min47s333 para tomar a ponta de Nakagami por 0s059. Quartararo confirmou o terceiro posto, com Viñales avançando para a quarta colocação.

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:

MotoGP 2020, GP de Teruel, MotorLand, treino livre 3

1 F MORBIDELLI SRT Yamaha 1:47.333  
2 T NAKAGAMI LCR Honda 1:47.392 +0.059
3 F QUARTARARO SRT Yamaha 1:47.401 +0.068
4 M VIÑALES Yamaha 1:47.473 +0.140
5 A MÁRQUEZ Honda 1:47.546 +0.213
6 I LECUONA Tech3 KTM 1:47.548 +0.215
7 A RINS Suzuki 1:47.554 +0.221
8 M OLIVEIRA Tech3 KTM 1:47.625 +0.292
9 C CRUTCHLOW LCR Honda 1:47.708 +0.375
10 J MIR Suzuki 1:47.715 +0.382
11 J MILLER Pramac Ducati 1:47.739 +0.406
12 A ESPARGARÓ Aprilia Gresini 1:47.742 +0.409
13 B BINDER KTM 1:47.822 +0.489
14 A DOVIZIOSO Ducati 1:47.878 +0.545
15 T RABAT Avintia Ducati 1:48.023 +0.690
16 P ESPARGARÓ KTM 1:48.025 +0.692
17 D PETRUCCI Ducati 1:48.096 +0.763
18 F BAGNAIA Pramac Ducati 1:48.134 +0.863
19 S BRADL Honda 1:48.255 +0.922
20 B SMITH Aprilia Gresini 1:48.471 +1.138
21 J ZARCO Avintia Ducati 1:48.501 +1.168

Veja também:

Confira a repercussão da morte de Maradona na Argentina e pelo mundo
Grande Prêmio
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade