4 eventos ao vivo

Masià é mais rápido no primeiro dia de treinos livres do GP de Teruel da Moto3

Com o tempo de 1min58s076 anotado ainda no primeiro treino do dia, o espanhol ponteou a tabela da sexta-feira. Jeremy Alcoba e Romano Fenati completam o top-3

23 out 2020
09h23
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Jaume Masià
Jaume Masià
Foto: Reprodução / Grande Prêmio

Jaume Masià começou o fim de semana do GP de Taruel da Moto3 com o pé direito. Nesta sexta-feira (23), nas primeiras atividades no MotorLand, o piloto anotou 1min58s076 nos treinos combinados e fechou o dia como o mais rápido.

O espanhol da Leopard tratou de anotar sua melhor marca ainda na primeira sessão no circuito de Alcañiz. Apenas 0s004 mais lento que o ponteiro, Jeremy Alcoba, que melhorou sua volta nos últimos instantes do TL2, ficou em segundo. Romano Fenati completou o top-3.

Jaume Masià foi o mais rápido da sexta-feira
Jaume Masià foi o mais rápido da sexta-feira
Foto: Reprodução / Grande Prêmio

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Raúl Fernández, que chegou a liderar boa parte do primeiro treino, completou o primeiro dia com o quarto posto da tabela, enquanto Gabriel Rodrigo se colocou na quinta colocação.

Atual líder da classificação, Albert Arenas começou o fim de semana de maneira mais discreta. Após se colocar entre os primeiros no primeiro treino, fechou a sexta-feira em nono, 0s443 mais lento que Masià.

Na abertura das atividades para o GP de Teruel, a Moto3 foi a primeira a ir para a pista. Com sol e temperaturas mais quentes do que na última semana, o primeiro treino aconteceu com 16ºC, com o asfalto chegando a 17ºC.

Após os primeiros giros completados no MotorLand, Raúl Fernández foi o primeiro piloto a se estabelecer na ponta ao anotar 2min00s453. Celestino Vietti e Ayumu Sasaki vinham na sequência do espanhol da KTM Ajo.

Com pouco mais da metade da sessão completada, Andrea Migno saltou para a ponta com 1min59s55, apenas 0s069 mais rápido que Fernández, que baixou o tempo para 1min59s624. Neste ponto, os pilotos foram aos boxes para a primeira parada programada.

Restando 15 minutos para o encerramento da sessão, era Albert Arenas, líder da classificação, quem agora aparecia na ponta com 1min58s657, o único piloto na casa de 1min58s. O espanhol havia completado dez voltas, cravando a marca no último giro.

Dos que mais rodaram ao longo do treino estava Ryusei Yamanaha, 22º, com 12 voltas feitas. Por outro lado, Fernández, quarto, era quem menos tinha completado giros, com apenas seis no bolso.

Na reta final, Jaume Masià, que venceu o GP de Aragão da última semana, tratou de melhorar o tempo da ponta da tabela para 1min58s076 e fechou como mais o rápido. Romano Fenati e Deniz Öncü fecharam o rol dos três mais velozes.

Como já é tradição, a Moto3 abriu também as atividades da parte da tarde. Após os giros de instalação completados, o japonês Tatsuki Suzuki era o primeiro colocado com 1min59s361. Mas logo o piloto da SIC58 viu o conterrâneo Ai Ogura tomar seu lugar ao batê-lo por 0s123.

Com 20 minutos feitos, os pilotos que garantiam vaga provisória para a fase final da classificação eram Masià, Fenati, Fernández, Öncü, Arenas, Tony Arbolino, John McPhee, Jeremy Alcoba, Ogura, Celestino Vietti, Gabriel Rodrigo, Suzuki, Nicolò Antonelli e Dupasquier.

No tremular da bandeira quadriculada, com a marca de 1min58s080, foi Alcoba quem terminou como o mais rápido do TL2. Fernández e Gabriel Rodrgio completaram o rol dos três mais velozes da sessão.

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:

Veja também:

Confira a repercussão da morte de Maradona na Argentina e pelo mundo
Grande Prêmio
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade