PUBLICIDADE

Lowes encerra jejum e vence em Misano. Gardner é 7º na Moto2 e Raúl Fernández cai

Sam Lowes largou na pole, chegou a cair no pelotão, mas voltou para a liderança no fim e venceu em Misano, encerrando jejum que durava desde abril. Postulantes ao título, Remy Gardner e Raúl Fernández viveram péssimos dias no circuito italiano

24 out 2021 08h08
| atualizado às 08h26
ver comentários
Publicidade
Sam Lowes conquistou a terceira vitória na temporada
Sam Lowes conquistou a terceira vitória na temporada
Foto: Marc VDS / Grande Prêmio

ADEUS DE ROSSI E TRIBUTO A SIMONCELLI: MOTOGP TRANSBORDA EMOÇÃO EM MISANO | GP às 10

A Moto2 voltou a Misano para acompanhar de perto a briga entre Remy Gardner e Raúl Fernández pelo título. No fim, viu uma emocionante batalha entre Sam Lowes e Arón Canet pela vitória, com o britânico conseguindo o triunfo no GP da Emília-Romanha, encerrando um jejum que durava desde o GP de Doha, em abril.

Depois de ser punido com uma volta longa, Augusto Fernández reagiu durante a prova e terminou na segunda colocação. Canet bem que tentou a vitória, mas se perdeu rendimento no fim e ficou em terceiro, novamente alcançando o pódio em Misano.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Sam Lowes venceu o GP da Emília-Romanha (Foto: Marc VDS)

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Celestino Vietti foi o quarto, seguido por Jorge Navarro e Stefano Nepa. Líder do campeonato, Remy Gardner se envolveu em um toque com Somkiat Chantra, foi punido e encerrou a participação apenas em sétimo. Fabio Di Giannantonio, Ai Ogura e Marcos Ramírez fecharam o top-10.

Vice-líder do campeonato, Raúl Fernández parecia se encaminhar para mais uma vitória fantástica, mas perdeu o controle da moto quando ocupava a liderança, caiu e abandonou. Com isso, viu a desvantagem para Gardner aumentar no campeonato.

A Moto2 volta às pistas no próximo dia 7 de novembro para o GP do Algarve, em Portimão. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2021.

Saiba como foi o GP do Feito na Itália e da Emília-Romanha de Moto2:

Demorou, mas o sol deu as caras em Misano neste domingo. Depois de um fim de semana todo com pista molhada, os pilotos encontraram um asfalto diferente, com os termômetros medindo 20°C e a pista chegando a 22°C. A velocidade do vento era de 13 km/h.

Para este domingo, todos os pilotos optaram pelo pneu traseiro 1, o mais macio disponibilizado pela Dunlop. Na dianteira, a maioria colocou o 3, mais firme, com exceção de Sam Lowes, Jorge Navarro, Albert Arenas, Fermi Aldeguer, Remy Gardner, Xavi Vierge, Cameron Beaubier, Lorenzo Baldassarri, Barry Baltus, Tommaso Marcon e Tony Arbolino.

Na largada, Lowes segurou a liderança, mas logo viu Aron Canet passar Jorge Navarro pelo segundo posto. Ainda nos primeiros metros. Canet tomou a liderança de Lowes. Raúl Fernández vinha em sétimo, com Remy Gardner aparecendo só em 12º.

Raúl não tardou em começar a escalada e saltou para quinto ainda no início da corrida. Antes de fechar a terceira volta, o espanhol tomou a quarta colocação de Somkiat Chantra, que errou na curva 15.

Navarro aproveitou o vácuo para tomar a segunda posição de Lowes, ainda cerca de 0s2 atrás de Canet. Raúl já vinha colocado no piloto da Marc VDS, enquanto Gardner era o décimo.

Na volta 4, Navarro tomou a ponta de Canet, mas ficou pouco por lá. Aron atacou e empurrou o piloto da Speed Up para fora da linha. Atento, Lowes mergulhou por dentro para assumir o comando da disputa. Raúl também avançou e se instalou em terceiro. Gardner tinha subido para oitavo.

Dois giros depois, Fernández passou Canet para se instalar em segundo, já 0s6 atrás de Lowes. Mais atrás, Celestino Vietti passou Navarro e assumiu a quarta colocação.

Na volta 7, Gardner atacou Chantra na curva 14, tocou o rival e causou a queda. Imediatamente, o Painel de Comissários da FIM (Federação Internacional de Motociclismo) avisou que estava revisando o incidente.

O australiano subiu para sétimo, mas vinha bastante pressionado por Augusto Fernández. Héctor Garzó e Marcos Ramírez vinham na sequência.

Pouco depois, na volta 10, Beaubier caiu na curva 14, mas escapou de lesões maiores. Ainda assim, não deu para voltar à corrida.

Augusto Fernández conseguiu passar Gardner num erro do piloto da Ajo na curva 8 e assumiu a sétima colocação, logo se afastando do australiano para consolidar a posição.

Na ponta, Raúl ia grudando em Lowes, buscando um momento para atacar. Terceiro, Canet já vinha 0s710 atrás do irmão de Adrián. Navarro era quarto, diante de Vietti, Stefano Manzi, Augusto e Gardner.

Restando 12 voltas para o fim, Raúl aproveitou um erro de Lowes na curva 3 para tomar a liderança e, de cara, se afastou do rival da Marc VDS.

Quase que ao mesmo tempo, a FIM anunciou uma punição a Gardner, que teria de cumprir a volta longa por direção irresponsável.

A situação só não piorou para Remy porque Raúl caiu. O espanhol escorregou na curva 8 e viu a moto acabar destruída por conta de uma sequência de piruetas. O piloto também rodopiou pela brita, mas deixou a pista caminhando.

Assim, Lowes retomou a ponta, diante de Canet e Navarro. Gardner vinha em sétimo e, mesmo cumprindo a punição, não perdeu a posição para Bezzecchi.

Com oito voltas para o fim, Canet tomou a liderança de Lowes e de cara se afastou do britânico. Navarro era terceiro, diante de Vietti, Augusto Fernández e Manzi.

Aproveitando a aproximação resultante da volta longa, Bezzecchi conseguiu passar Gardner, que caiu para a oitava colocação.

Lowes escorregou na curva 10 e perdeu contato com Canet. Navarro errou na sequência e foi superado por Vietti e Augusto. Celestino, porém, não conseguiu segurar a terceira colocação do pódio e foi superado por Fernández.

Com 4 voltas para o fim, contudo, Sam conseguiu colar em Canet e retomar a liderança em Misano. O gêmeo de Alex logo se afastou do rival, abrindo cerca de 0s6 de margem.

Com duas voltas para o fim, Bezzecchi caiu na curva 15, o que promoveu Gardner de volta para a sétima colocação.

Na volta final, Fernández aproveitou para tomar a segunda colocação de Canet na linha de chegada.

Moto2 2021, GP da Emília-Romanha, Misano, Corrida:

1 S LOWES Marc VDS Kalex 25 voltas
2 A FERNÁNDEZ Marc VDS Kalex +1.233
3 A CANET Aspar Team +1.400
4 C VIETTI VR46 Kalex +2.554
5 J NAVARRO Speed UP +4.243
6 S MANZI Flexbox HP40 Kalex +5.198
7 R GARDNER Red Bull KTM Ajo Kalex +14.261
8 F DI GIANNANTONIO Gresini Kalex +15.868
9 A OGURA Team Asia +18.905
10 M RAMÍREZ American Kalex +19.069
11 A ARENAS Aspar Team +19.675
12 B BENDSNEYDER Pertamina SAG Team +24.309
13 J DIXON SRT Kalex +26.777
14 T LÜTHI Pertamina SAG Team +34.699
15 M SCHROTTER Intact Kalex +36.240
16 F ALDEGUER Speed UP +37.590
17 B BALTUS NTS RW Racing GP +37.899
18 N BULEGA Gresini Kalex +37.966
19 S CORSI Forward MV Agusta +50.787
20 L BALDASSARI Forward MV Agusta +1:02.974
21 M BEZZECCHI VR46 Kalex Abandonou
22 X VIERGE SRT Kalex Abandonou
23 T ARBOLINO Intact Kalex Abandonou
24 M CASADEI Italtrans Kalex Abandonou
25 R FERNÁNDEZ Red Bull KTM Ajo Kalex Abandonou
26 H GARZÓ Flexbox HP40 Kalex Abandonou
27 T MARCON NTS RW Racing GP Abandonou
28 C BEAUBIER American Kalex Abandonou
29 S CHANTRA Team Asia Abandonou

CINCO MOTIVOS PARA FICAR DE OLHO NA MOTOGP EM MISANO | GP às 10

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade