PUBLICIDADE

Recuperada de lesão, Rose Volante detalha tratamento e projeta: 'Quero ser campeã mundial mais uma vez'

Primeira brasileira campeã mundial no Boxe, Rose Volante fala sobre processo de recuperação após grave lesão e desejo em se tornar campeã mundial mais uma vez; veja a entrevista completa:

14 set 2021 14h56
ver comentários
Publicidade

Primeira brasileira campeã mundial no Boxe, Rose Volante vem passando por um momento de recomeço em sua carreira. Após ser derrotada em março de 2019 por Katie Taylor, em duelo que unificou os cinturões da WBA (Associação Mundial de Boxe), da IBF (Federação Internacional de Boxe) e da WBO (Organização Mundial de Boxe), a brasileira fez sua última luta em dezembro do ano passado, quando derrotou Hallana dos Santos na decisão unânime dos jurados. Em entrevista, Rose falou sobre o retorno triunfal e as lições que tirou do combate diante de Hallana.

Rose Volante passou por longo tratamento para retornar aos treinos (Foto: Divulgação)
Rose Volante passou por longo tratamento para retornar aos treinos (Foto: Divulgação)
Foto: Lance!

- O meu retorno ao Boxe foi após a Katie Taylor ter me vencido e eu ter ficado 1 ano e 9 meses sem lutar. Passado isso, lutei com a Hallana dos Santos, uma adversária dura, que valorizou muito o combate. Fiquei muito feliz com essa oportunidade que o Boxing For You X forneceu para a gente. Eu consegui voltar aos ringues após quase dois anos e foi um sentimento inexplicável. No Boxe, a gente costuma dizer que, ou nós ganhamos ou a gente aprende. Eu aprendi, tirei lições muito importantes e fiquei bem animada com o resultado que obtive - relembrou a lutadora.

A volta às competições com a vitória, no entanto, foi tomada por um "balde de água fria" logo na sequência. Isso porque, no início de 2021, Rose Volante se lesionou durante um treinamento e precisou passar por um longo período de recuperação. A brasileira voltou aos treinos recentemente, graças ao auxílio de profissionais e também por uma técnica conhecida como electroestimulação de corpo inteiro (WB-EMS), que acelerou o processo para que a atleta pudesse retomar, aos poucos, suas atividades.

- Em janeiro, eu tive uma luxação no ombro durante um treinamento. Minha lesão foi uma luxação acromioclavicular, que me impossibilitou de muitos movimentos. Foram meses de tratamento com fisioterapia e medicina regenerativa e, com isso, me afastei dos treinos para tratamento. Pude contar com toda a estrutura da clínica INOR, que fica em Santos. Meu ortopedista, Dr. Cássio, em conjunto com a Dra. Queila, da Fisiotrends, não mediram esforços para que eu me recuperasse. Também faço electroestimulação muscular de corpo inteiro na WiemsPro Brasil. Foi muito importante para mim, porque é uma forma de potencializar os resultados e otimizar meu tempo, de trabalhar o corpo todo sem gerar impacto nas articulações. Isso tem me ajudado bastante neste retorno aos treinos - destacou.

Com a volta aos treinos, surge instantaneamente o desejo de lutar. Porém, Rose Volante ainda segue no aguardo de uma data e adversária para fazer seu retorno ao Boxe. Atualmente com 39 anos, a paulista está motivada para trilhar voos ainda maiores na modalidade, deixando claro o objetivo de se tornar mais uma vez campeã mundial, como conta a seguir.

- Sigo me preparando para lutar, porém, não temos nenhuma data certa. Mas posso dizer, seguramente, que tenho treinado firme para estar pronta. Minha trajetória no Boxe foi marcada por muita perseverança, resiliência e um desejo enorme de ser campeã do mundo. Sou muito grata por tudo que o Boxe me proporcionou, mas minha história ainda não acabou e seguirei buscando ser campeã do mundo novamente. Meu empresário, Pepe Altstuti, faleceu esse ano, mas o trabalho continua. Temos metas e sonhos a cumprir - finalizou.

Lance!
Publicidade
Publicidade