PUBLICIDADE

Vasco homenageia o ídolo Ademir Menezes, que faleceu há 25 anos; FIFA também enaltece eterno craque

Ex-jogador foi um dos principal nome do Expresso da Vitória, que é considerado por muitos torcedores como a maior equipe de todos os tempos do Gigante da Colina nos anos 40/50

11 mai 2021 17h18
| atualizado às 18h18
ver comentários
Publicidade

O Vasco prestou uma homenagem a um dos maiores ídolos de sua centenária história. Trata-se de Ademir Menezes, que faleceu há 25 anos, vítima de um câncer de medula, no Rio de Janeiro. O eterno craque foi o principal nome do Expresso da Vitória, considerado por muitos torcedores como a maior equipe de todos os tempos do Gigante da Colina.

Ademir Menezes marcou 301 gols com a camisa do Vasco em 429 partidas (Divulgação/FIFA)
Ademir Menezes marcou 301 gols com a camisa do Vasco em 429 partidas (Divulgação/FIFA)
Foto: Lance!

Com uma história de muitos gols e feitos memoráveis, Ademir nasceu em 8 de novembro de 1921e ao longo da carreira tornou-se o maior artilheiro do Brasil em uma edição de Copa do Mundo. Foram nove gols no Mundial de 1950. Ele faleceu no dia 11 de maio de 1996 aos 74 anos, e em 2021 completaria 100 anos.

Além disso, o craque marcou 301 gols pelo Cruz-Maltino em 429 partidas. Ele foi campeão Carioca em 1945, de forma invicta, em 1949 também sem perder um jogo sequer, em 1950, com o primeiro Estadual disputado na era Maracanã e 1952. Em 1948, o jogador ergueu a taça do Campeonato Sul-Americano de Campeões, no Chile, competição de onde surgiu a atual Copa Libertadores.

- Sou um homem dominado pelo coração e meu coração é dominado pelo Vasco - twitter do Vasco reproduz fala de Ademir Menezes, o famoso Queixada.

A maior instituição do futebol mundial, a FIFA, também prestou homenagem a Ademir de Menezes, em sua página oficial no Twitter. Pela seleção brasileira, o ex-jogadores tem números impressionantes sendo o terceiro maior artilheiro da Copa América, com 13 gols marcados. Ao todo, foram 41 jogos, com 30 vitórias, 5 empates e 6 derrotas, um rendimento de 77,20%.

- Ademir de Menezes tornou-se o primeiro campeão de clubes da América do Sul, enquanto ele inspirava o Brasil em seu primeiro troféu em 15 edições e artilheiro da Copa odo Mundo 1950. Há 25 anos um excepcional artilheiro falecia - escreveu a entidade.

Lance!
Publicidade
Publicidade