1 evento ao vivo

Só três rodadas... Os erros graves que o VAR teria evitado no Brasileirão

Pênalti inventado, gol irregular validado e impedimentos inexistentes marcados já prejudicam o início do Brasileiro, interferindo diretamente em resultados dos jogos

1 mai 2018
07h53
atualizado às 07h53
  • separator
  • 0
  • comentários

Apenas três rodadas do Campeonato Brasileiro foram disputadas e já há uma lista de erros graves da arbitragem que teriam sido evitados com o auxílio de vídeo. Ao menos quatro lances são claros, sem margem para interpretação, e teriam sido rapidamente corrigidos com VAR: pênalti inexistente e expulsão de Everton Ribeiro em Vitória 2x2 Flamengo, gol irregular validado do Fla no mesmo jogo, gol mal anulado do Inter contra o Palmeiras e gol mal anulado do Verdão diante da Chapecoense. Há outras decisões que poderiam ter sido revisadas caso a arbitragem pudesse utilizar o recurso do vídeo. Confira:

ERROS GRAVES

1) Pênalti inexistente - Vitória 2x2 Flamengo
Em cima da linha, Everton Ribeiro, do Fla, evitou um gol ao tomar uma bolada na cara. O árbitro Wagner Reway viu toque de mão, inexistente, marcou o pênalti, convertido pelo Vitória, e expulsou Everton no primeiro tempo.


2) Gol irregular - Vitória 2x2 Flamengo
No mesmo jogo, Réver marcou um gol para os cariocas, o segundo da equipe na partida. Willian Arão estava em posição de impedimento no começo da jogada, um cruzamento na área. A arbitragem ignorou.


3) Gol legal anulado - Palmeiras 1x0 Inter
O Palmeiras já vencia a partida quando Leandro Damião, no segundo tempo, recebeu uma bola em condição legal e chutou para a rede. A arbitragem alegou impedimento do atacante e invalidou a jogada.


4) Gol legal anulado - Palmeiras 0x0 Chapecoense
O time da casa chegou ao gol aos 49 minutos do segundo tempo, em cabeçada de Antônio Carlos, que estava em posição legal dentro da área da Chape. A arbitragem marcou um impedimento inexistente.


DEU POLÊMICA

1) Pênalti - Vasco 2x1 Atlético-MG
O Galo reclamou muito de um pênalti marcado para o Vasco, no último lance, em São Januário. A arbitragem viu falta em Rildo dentro da área. O time da casa converteu a cobrança e venceu os mineiros.

2) Pênalti - Palmeiras 1x0 Inter
O Colorado reclama de uma falta de Lucas Lima dentro da área, em Nico López, no segundo tempo, quando o Verdão já vencia. Nada foi marcado.

3) Gol anulado - Atlético-MG 1x0 Corinthians
O Galo abriu o placar no primeiro tempo e viu o gol ser anulado com atraso, após reclamação dos corintianos. A arbitragem viu toque de mão intencional de Ricardo Oliveira antes de Roger Guedes mandar a bola para a rede.

4) Gol do Galo - Atlético-MG 1x0 Corinthians
No fim do jogo, Roger Guedes voltou a marcar e, desta vez, o lance foi validado. Os corintianos reclamam de falta do atacante em cima de Mantuan.

5) Pênalti - Palmeiras 0x0 Chapecoense
No primeiro tempo da partida, no Allianz Parque, Felipe Melo reclamou de um empurrão de Apodi dentro da área. A arbitragem nada marcou.

6) Pênalti - Fluminense 1x1 São Paulo
Antes do gol de empate do Flu, o time carioca reclamou de um toque de mão de Arboleda dentro da área do São Paulo. Bem colocado, o árbitro marcou desvio legal e anotou escanteio para a equipe da casa.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade