4 eventos ao vivo

São Paulo faz proposta por Jucilei e chineses devem responder até terça

Shandong Luneng, clube que detém os direitos do volante, já tem em mãos uma oferta de compra de quase R$ 4 milhões do Tricolor; empréstimo atual acaba em dezembro

6 dez 2017
13h10
  • separator
  • comentários

O São Paulo já fez sua movimentação para ficar com Jucilei. O empréstimo do volante ao clube acaba no dia 31, mas o Shandong Luneng, time chinês que detém seus direitos econômicos, já tem em mãos uma oferta de compra do Tricolor por 1 milhão de euros (cerca de R$ 3,8 milhões) e deve dar resposta, no máximo, até terça-feira.

Volante fica sem contrato neste mês, mas pode permanecer no clube (Foto: Bruno Riganti/Fotoarena/Lancepress!)
Volante fica sem contrato neste mês, mas pode permanecer no clube (Foto: Bruno Riganti/Fotoarena/Lancepress!)
Foto: Lance!

A informação da proposta foi dada primeiramente pelo Globo Esporte e confirmada pelo LANCE! O São Paulo formalizou a proposta e entregou a Joseph Lee, representante do clube chinês no Brasil. O Tricolor recebeu do empresário a informação de que a resposta será dada em até sete dias.

O valor é bem abaixo do que Jucilei e seus representantes estimavam - o próprio jogador estipulou que os chineses exigiram entre 5 e 6 milhões de euros (entre R$ 19 milhões e R$ 23 milhões). Mas o trunfo são-paulino é indicar aos asiáticos quanto economizarão nos salários de um jogador de 29 anos de idade até o fim de seu contrato, em maio de 2019.

O Shandong Luneng já está conformado em não ter mais Jucilei, mas a ideia inicial era conseguir mais dinheiro com o jogador, comprado por eles na metade de 2015 por 8,5 milhões de euros (cerca de R$ 30 milhões na época). Contudo, a expectativa é de que os chineses, no máximo, peçam um valor um pouco superior à oferta feita pelo São Paulo, mas nada muito acima, já que o próprio volante reitera seu desejo de ficar.

Caso acerte com os chineses, o Tricolor avança nas negociações por um novo contrato a Jucilei. Os representantes do jogador já estão cientes de que será necessário reduzir seus salários, e as conversas devem seguir a tendência de oferecer luvas para compensar. De qualquer forma, há otimismo em todos os lados da transação.

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade