3 eventos ao vivo

O chefe está de olho: quem agarra a chance no Vasco?

Time sub-22 do Cruz-Maltino inicia o Campeonato Carioca nesta quarta-feira, contra a Portuguesa, e terá mais um jogo para agradar o novo treinador, Marcelo Cabo

3 mar 2021
08h31
atualizado às 09h31
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O diretor executivo de futebol, Alexandre Pássaro, já havia dito que a tendência é de que poucos jovens amadureçam a tempo. O novo treinador, Marcelo Cabo, confirmou que é preciso um perfil minimamente experiente para ter sucesso na Série B do Campeonato Brasileiro. Então o que vai acontecer nas duas primeiras rodadas é uma grande prova de fogo: um time sub-22 do Vasco pelo Campeonato Carioca. A começar nesta quarta-feira, contra a Portuguesa.

Vinícius teve oportunidades, mas não conseguiu se afirmar na temporada passada (Rafael Ribeiro/Vasco)
Vinícius teve oportunidades, mas não conseguiu se afirmar na temporada passada (Rafael Ribeiro/Vasco)
Foto: Lance!

A maioria dos nomes que deve começar jogando já têm alguma rodagem pelo time profissional. Mas se não se reapresentam com os demais nesta mesma quarta-feira é porque jogaram menos nos últimos meses da temporada que acabou na última semana. E se não jogaram tanto é porque precisam se afirmar.

Por razões físicas, técnicas, táticas e financeiras, os meses de Estadual servirão de ajustes para a formatação do Vasco que irá subir. De repente, jogadores antes reservas se provam competentes o suficiente para permitirem um desafogo no caixa com a saída de um titular. Ou se valem dos jogos iniciais para abocanharem a titularidade e não mais soltá-la. Ou... se não agradarem, correm o risco de seguir no ostracismo.

Nestas duas primeiras rodadas, Diogo Siston estará à beira do campo e Marcelo Cabo apenas observará. Depois o novo comandante assume.

Confira números dos profissionais que estão no grupo atual:

Lucão (goleiro): 20 anos - cinco jogos como profissional

Alexander (goleiro): 21 anos - três jogos como profissional

Ulisses (zagueiro): 21 anos - dois jogos como profissional

Miranda (zagueiro): 21 anos - 29 jogos como profissional

Cayo Tenório (lateral-direito): 22 anos - 20 jogos como profissional

Caio Lopes (volante): 20 anos - cinco jogos como profissional

Lucas Santos (meia-atacante): 21 anos - 32 jogos como profissional

Juninho (meia): 20 anos - 29 jogos como profissional

Gabriel Pec (meia-atacante): 20 anos - 29 jogos como profissional

Vinícius (atacante): 20 anos - 35 anos jogos como profissional

João Pedro (atacante): 20 anos - um jogo como profissional

Tiago Reis (atacante): 21 anos - 37 jogos como profissional

Veja também:

LANCE! mostra 20 feras sul-americanas que valem investimento
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade