2 eventos ao vivo

Neto detona Caio Ribeiro por falar 'barbaridades' sobre Caso Robinho: 'Não tem filha? Não tem mãe?'

Apresentador da Band usou seu programa esportivo para discordar de comentarista da Globo. Neto ainda falou sobre exposição de jornalistas atacados no WhatsApp

19 out 2020
15h07
atualizado às 16h17
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O apresentador do programa "Os Donos da Bola", na Band, Neto, detonou a postura do ex-jogador Caio Ribeiro sobre o Caso Robinho. Durante a atração, nesta segunda-feira, o ídolo do Corinthians Neto questionou se Caio teria "mãe ou filha" e criticou o comentarista da Globo por ter duvidado da Justiça italiana que condenou Robinho por violência sexual.

PISTOLA! Neto soltou suas críticas em seu programa da Band, nesta segunda-feira (Foto: Reprodução)
PISTOLA! Neto soltou suas críticas em seu programa da Band, nesta segunda-feira (Foto: Reprodução)
Foto: Lance!

- Oh, Caio, "cê tá" de brincadeira, Caio. Você está brincando comigo, xará? Deu opinião... Você está de sacanagem comigo? Está brincando comigo por falar uma barbaridade dessas, "rapá"? Você não tem filha? Não tem mãe? Não tem avó? - comentou o apresentador, se referindo ao comentarista da Globo e ex-jogador.

Na última semana, Caio afirmou que o condenado merecia um "benefício da dúvida" mesmo após ser apontado pela Justiça de Milão como participante da violência sexual sofrida por uma jovem em uma boate, em 2017, na Itália. Nesta segunda-feira, Caio mudou o discurso.

Além de comentar sobre o ex-jogador Caio Ribeiro, Neto ainda se solidarizou com um acontecimento sobre o mesmo Caso Robinho. Cerca de quatro jornalistas do Grupo Globo teriam seus números telefônicos vazados e receberam ameças de mortes e xingamentos por se posicionarem contra a chegada de Robinho ao Santos, na última semana.

- O que fizeram com o Carlos Cereto é uma coisa impressionante. Todo o ano eu sou ameaçado de morte, como o que eu falei na sexta-feira (sobre o Caso Robinho). Tá tudo bem! O que fizeram com a Ana Thaís de divulgar o telefone dela, com a Marília Ruíz, que é uma das maiores jornalistas do país. Será que a Polícia não vai fazer nada? As pessoas têm família... - disse Neto, que completou:

- Eu não ando com segurança. A minha segurança é a minha resistência, e eu não tenho medo. Agora, fazer o que fizeram com eles dando o telefone por causa do Caso Robinho, por causa das opiniões dele...

Neto ainda afirmou que não apenas a emissora Band como também os jornalistas responsáveis por seu programa estão juntos com os profissionais que receberam ataques virtuais, e se solidarizam pelo acontecimento. O ex-jogador parabenizou à Globo pelo jornalismo feito na cobertura da condenação de Robinho em primeira instância, na Itália.

O caso ficou em destaque no país após Robinho acertar sua volta ao Santos, o que foi criticado por patrocinadores do Peixe. Pouco depois, na sexta, o clube anunciou o desligamento do condenado.

Robinho e outros homens foram acusados na Itália por violência sexual, em 2013, contra uma jovem. Após ser condenado, ele recorrerá da decisão na Itália, em julgamento que começa em dezembro. A Justiça avaliou que Robinho teria praticado sexo oral enquanto a jovem estava bêbada.

Veja também:

Seleção feminina ganha camisas sem estrelas do masculino
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade