0

Sem clube, Bernard é alvo de disputa entre Milan e Chelsea

Atualmente sem clube, o jogador brasileiro quer um salário anual de R$ 14,5 milhões, mais R$ 9,6 milhões) em comissão para os agentes, segundo o jornal 'Gazzetta dello Sport'

6 ago 2018
12h00
atualizado às 17h11
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Último clube de Bernard foi o Shakhtar Donetsk (Foto: AFP)
Último clube de Bernard foi o Shakhtar Donetsk (Foto: AFP)
Foto: Lance!

O Milan continua projetando a sua reestruturação e ainda procura reforços para incrementar a sua equipe para a próxima temporada. Após anunciar o atacante Higuaín e o zagueiro Caldara, o clube italiano mira um novo foco: o brasileiro Bernard, o ex-jogador do Atlético Mineiro está sem clube e Milan e Chelsea disputam sua contratação.

Ouça o podcast Terra Futebol:

De acordo com a Gazzetta dello Sport, o brasileiro Leonardo é um dos dirigentes que capitaneiam essa contratação. Além do Milan, Roma, Monaco e West Ham foram cotados como clubes que estariam dispostos a contratar o jogador, mas que não estão mais na briga. Maior rival do Milan, a Internazionale também quer Bernard e teria pedido para o agente do brasileiro não firmar acordo com os rubro-negros.

Apesar do interesse do rival, o Milan sai na frente na disputa, mas ainda tem que lidar com o interesse do Chelsea. O clube londrino espera a resposta do jogador, nesta segunda-feira, enquanto o Milan não se posiciona de forma mais concreta. O valor para contar com Bernard seria de um salário anual de 3 milhões de euros (R$ 14,5 milhões), mais 2 milhões (R$ 9,6 milhões) em comissão para os agentes.

Bernard despontou no futebol brasileiro com a camisa do Atlético Mineiro, clube que ajudou a vencer a Libertadores (2013). O Shakhtar Donetsk contratou o jogador em 2013 e, pelo clube ucraniano, Bernard participou de 157 jogos, marcou 28 gols e deu 35 assistências.

Veja também:

Com seis atletas com Covid-19, Flamengo tem prova de fogo na Liberta em jogo no Equador
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade